Home Discos Em seu “Outro Lado”, MC Rebecca apresenta Pussy Gang
MC Rebecca - Outro Lado

Em seu “Outro Lado”, MC Rebecca apresenta Pussy Gang

por ZonaSuburbana

A espera acabou! Após muitas especulações, MC Rebecca chega para apresentar a sua gangue. Na noite desta quinta-feira (3) a cantora disponibilizou as quatro faixas presentes em seu novo EP “Outro Lado”, incluindo, o videoclipe do single principal, “Pussy Gang”, uma parceria com Hyperanhas. Os clipes de “Bala”, “Só Faço o Que Eu Quero” e “Beijo e Bye Bye“ serão lançados nas próximas semanas, no canal da artista e também em todas as plataformas digitais.

Depois da chegada de Rebecca no site OnlyFans [lançado nesta quinta-feira, 3], com a promessa de que seu público conheceria seu ‘outro lado’ (título do trabalho), “Pussy Gang” traz o início de uma história ainda com muitos mistérios a serem desvendados. Isso porque, em um formato inovador, os quatro clipes, gravados em São Paulo, formarão um curta-metragem, ou seja, os próximos acontecimentos retratando o passado e o futuro desta série só serão contados por meio das outras três faixas – ainda sem datas anunciadas.

Neste no EP a cantora faz toda a direção criativa. “Chegou o momento de todos conhecerem o meu outro lado! Estou muito feliz com todo o resultado desse trabalho. Idealizamos uma forma diferente de comunicar as músicas e unir os clipes. O projeto conta uma história surpreendente e de maneira autêntica. “Pussy Gang” vem com tudo para apresentar a minha gangue e recrutar mais integrantes. Já estou ansiosa para vocês conhecerem os próximos capítulos”, comemora ela.

Ouça “Outro Lado”, abaixo:

Ao lado das influenciadoras Rafa Uccman e Yris Araujo, a funkeira aparece como a boss (ou patroa) de uma casa noturna. Ao comandar alguns strippers em show para mulheres, Rebecca promove uma troca de papeis entre os gêneros e mais uma vez traz o prazer feminino como tema de canção, assim como nos hits Pontinho Indecente, Cai de Boca, Ao som do 150, Sento com Talento e Tô Preocupada (Calma Amiga). Com a união do funk, trap e rap, a cantora aposta em muita sensualidade, empoderamento, liberdade feminina.

Agora, para quem já assistiu “Pussy Gang” resta a dúvida de um possível assassinato cometido pela nova gangue do Brasil.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações