spot_img
quinta-feira, abril 18, 2024

Últimos Posts

Zemaru lança seu primeiro álbum de corridos tumbados, “Jo$é Caro”

O cantor brasileiro Zemaru acaba de lançar seu primeiro álbum de corridos tumbados, um gênero musical que mistura os tradicionais corridos mexicanos com ritmos urbanos como o rap, o trap e o reggaeton. O álbum, intitulado “Jo$é Caro”, conta com 07 faixas que falam sobre a vida nas ruas, as drogas, as mulheres e as festas. O projeto tem direção executiva de Pedro Lafetá, com direção criativa de Rodrigo Noronha e mixagem e masterização de Felipe Artioli.

Zemaru é um dos pioneiros dos corridos tumbados no Brasil, um gênero que tem ganhado cada vez mais popularidade entre os jovens, especialmente os que se identificam com a cultura e a identidade mexicana. “Jo$é Caro”, já está disponível nas principais plataformas digitais.

Os corridos tumbados são um gênero musical que surgiu no México, inspirado nos tradicionais corridos mexicanos, mas com influências da música urbana como o rap, o trap e o reggaeton. O termo “tumbado” significa “derrubado” ou “caído”, e se refere ao estilo de vida dos jovens que cantam sobre drogas, armas, mulheres e festas. O principal expoente dos corridos tumbados é o cantor Natanael Cano, que começou a fazer sucesso em 2019 com a música “El Drip”, que mistura o espanhol e o inglês. Outros artistas do gênero são Herencia de Patrones, Junior H, Legado 7 e Fuerza Regida. Os corridos tumbados são muito populares nas plataformas digitais de música, especialmente nas redes sociais, onde os fãs compartilham vídeos e memes sobre as letras e os ritmos. Os corridos tumbados são considerados uma expressão da cultura e da identidade dos jovens mexicanos, que enfrentam a violência, a pobreza e a discriminação.

Zemaru tem como objetivo é levar sua música para o maior número de pessoas possível e mostrar que os corridos tumbados são uma forma de arte e de entretenimento, e não uma apologia ao crime e à violência, como alguns críticos afirmam.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca