spot_img
segunda-feira, junho 24, 2024

Últimos Posts

Rap, a Primeira Batida: 80 subgêneros do Rap, como identifica-los!

Após falar sobre como surgiu o Rap (leia AQUI) e quais as diferenças entre Rap e Hip Hop (leia AQUI), a coluna Rap, A Primeira Batida volta falando sobre um assunto polêmico: os subgêneros do Rap.

Como entender os subgêneros do Rap?

Muito além do TRAP, do GANGSTA e do BOOM BAP, uma pesquisa recente mostrou que existem mais de 80 subgêneros do Rap, ou seja, mais de 80 formas de articular o ritmo e a poesia, que é um dos 4 elementos do Hip Hop. São diversos assuntos, diversas perspectivas, diversas formas de calcular o tempo da batida e diversas melodias. Como entender tudo isso?

O que se têm feito é dividir todos os subgêneros do Rap através de 4 grandes categorias:

  1. Divisão por Período Histórico;
  2. Divisão por Região dos EUA;
  3. Divisão por Ritmo, Tema ou Elementos Melódicos;
  4. Estilos Musicais Novos Que Nasceram do Rap;

O que é importante então levar em conta na hora de entender melhor um subgênero do Rap? De acordo com esse modelo, vale a pena, para cada subgênero, responder a essas perguntas:

A) Qual a origem histórica desse subgênero?
B) Onde surgiu esse subgênero?
C) Quais são os elementos rítmicos desse subgênero?
D) Os rappers desse subgênero costumam falar sobre quais assuntos?
E) Quais são os elementos melódicos desse subgênero?
F) Esse subgênero se relaciona com algum outro gênero musical que nasceu do Rap? (O Dancehall, por exemplo)
G) Os artistas desse subgênero, na verdade, não se consideram de um novo estilo que não é o próprio Rap?

Um dos pontos positivos dessa divisão toda é que fica mais fácil, dessa forma, entender cada subgênero e, com essa categorização, é possível entender um pouco da história de cada subgênero. Um dos pontos negativos é o fato da divisão ser ainda bastante americanizada e não levar em consideração outros elementos regionais, como, por exemplo, a diferença no Brasil entre raps feitos em Estados do Nordeste e raps feitos em Estados do Sudeste, por exemplo. Ou a diferença entre os raps produzidos no Brasil e raps produzidos em países Africanos (onde há, também, uma grande diferença entre países que falam português e países que falam francês).

Sem mais delongas, segue a lista completa abaixo:

Categoria <1>: Divisão Por Períodos Históricos

Hip Hop Roots / Raízes do Hip Hop (principalmente considerando os anos 1970);
Hip Hop Old School / Hip Hop Clássico (principalmente entre os anos 1980 e o começo dos anos 1990);
Hip Hop Golden Age (especialmente entre a metade dos anos 1990 e os anos 2000);
Hip Hop New School (especialmente entre 2000 e 2010);


Categoria <2>: Divisão Territorial nos EUA

LESTE (NOVA YORK): especialmente o Boom Bap e o Hardcore;
LESTE (FILADÉLFIA: Washington, Jersey, Maryland, Baltimore, Virginia): especialmente o Gangsta Rap;
CENTRO-OESTE (Chicago, St Louis, Twin Cities, Detroit): especialmente o Ghetto House;
SUL (Atlanta, Nova Orleans, Memphis, Tennessee, Houston, Miami, Florida): especialmente o Trap e o Crunk;
OESTE: especialmente o Gangsta Rap e o West Coast;


Categoria <3>: Divisão por Ritmo, Tema ou Elementos Melódicos

Alternative Hip Hop: especialmente Atentado NapalmMOVNIDanny Brown.
Avant-Garde Hip Hop: pode-se incluir nomes como ClippingPrince Paul.
Breakbeat: DJ Kool HercAfrika Bambaata2 Live Crew, por exemplo.
Britcore: Hijack, Killa Instinct e Huntkillbury Finn por exemplo.
Boom Bap: Rincon SapiênciaInterRaps, por exemplo.
Bounce Music: Big FreediaDavid Banner, por exemplo.
Braggadocious Rap: Cabal 22 Savage, por exemplo.
Chap Hop: Professor ElementalMr. B the Gentleman Rhymer, por exemplo.
Chicano: Baby Bash No Panty, por exemplo.
Chopped and Screwed: Chamillionaire PSK-13, por exemplo, produzem músicas também dentro desse subgênero.
Chopper: Bone Thugs-n-HarmonySabotageTwistaTech N9ne, por exemplo.
Christian Hip Hop/ Hip Hop Cristão: Pregador LuoApocalipse 16, por exemplo.
Contemporary R&B: R. KellyAlicia KeysUsherBeyoncé, por exemplo.
Conscious Hip Hop: Facção Central, Racionais MC’sVisão De Rua/ Dina DiRZOPublic Enemy, por exemplo.
Cowntry-Rap: Cowboy Troy Colt Ford, por exemplo.
Crunk: especialmente Lil Jon e o começo da carreira de Soulja Boy.
Crunkcore: 3OH!3Blood On The Dancefloor, por exemplo.
Crunk-Hop: Geralmente remixes, com forte influência da música eletrônica.
Cloud Rap: SínteseKid Cudi A$AP Rocky, por exemplo.
Dirty South: T.I.Lil JonLudacrisOG MacoChildish Gambino, entre outros.
Drill: especialmente Chief Keef.
Electro Hop: Warp 9, Sugar HillAfrika Bambaataa, por exemplo.
Experimental Hip Hop: Death GripsDanny BrownKendrick LamarMOVNI, por exemplo.
Freestyle Rap: EmicidaKanye WestMarcelo D2 e todos que participam de Batalhas de Rimas.
Funk Melody: BeyoncéAaliyahPussycat Dolls e muitos MC’s do funk carioca (Nego do BorelAnitta, entre outros)
Forró/Repente Rap: RAPadura, algumas músicas do Rappin’ Hood e alguas músicas da Karol Conka.
G-Funk: Dr. DreSnoop DoggBone Thugs-n-Harmony, entre outros.
Gangsta Rap: Sabotage2PacN.W.A.Wu-Tang ClanRacionais MC’S, entre vários outros.
Ghetto House: DJ RashadDJ DeeonDude’N Nem, por exemplo.
Ghettotech: Dj Assault DJ Godfather, por exemplo.
Glitch Hop: David TipperThe Glitch Mob, por exemplo.
Go-Go Hip Hop: Kendrick LamarAnderson .PaakMano Brown em carreira solo, por exemplo.
Gospel Rap: Visão de Rua/Dina DiPregador LuoApocalipse 16D’AlmaGangsta Krent, por exemplo.
Grime: Dizzee Rascal, algumas músicas de Tinie Tempah Wiley, por exemplo.
Hardcore Hip Hop: RPWWu-Tang ClanPublic EnemyN.W.A., por exemplo.
Hip Hop Soul: Mary J BligeR KellyTLC, por exemplo.
Hip House: Zebra KatzCakes da KillaGloria Groove.
Horrorcore: GravediggazFlatlinerzScarface, por exemplo.
Hyphy: Lil BToo $hortE-40, entre muitos outros.
Industrial Hip Hop: Death GripsMoodie Black DJ Spooky, por exemplo.
Instrumental Hip Hop: quaisquer DJ’s que façam batidas sem a rima de um MC. São mais comuns em canais do YouTube ou perfis do SoundCloud onde muitos DJ’s (em geral com pouca visibilidade) compartilham as batidas que criaram.
Jazz Rap: J ColeKendrick Lamar, entre outros.
Jerkin’: Rej3ctzNew Boyz, especialmente.
Jersey Club: especialmente Dj TaMeilDj Tim Dolla, entre outros.
Low Bap: Active Member B.D. Foxmoor, por exemplo.
Lyrical Hip Hop: não há rappers que identifiquem suas músicas como lyrical Hip Hop, mas são músicas que se articulam com o estilo de dança Lyrical, que se articula em muitos pontos com a cultura Hip Hop.
Mafioso Rap: Kool GJay ZLil KimJadakiss, entre muitos outros.
Miami Bass: 2 Live CrewFreak Nasty69 Boyz, entre outros.
MPB Rap: Criolo, principalmente.
Native American Hip Hop: Melle MelFunkdoobiestLitefootKing JustOl’ Dirty Bastard, entre outros.
Neosoul: Bryson TillerBj The Chicago KidJeremih, a carreira solo de Mano Brown, entre muitos outros.
Nerdcore Hip Hop: MC FrontalotBlackaliciousMC Router, entre outros.
Neurohop: KursaSkopeKoan Sound, entre outros.
Political Hip Hop: Racionais MC’SFacção CentralPublic EnemyRZON.W.A.Luana HansenVisão de Rua/Dina Di, entre outros.
Pop-Rap: algumas músicas de Wiz Khalifa, algumas músicas de Snoop DoggBlack Eyes Peas, entre outros.
Porno Rap/ Dirty Rap/ Sexrap/ Pornocore: Missy ElliotNicki Minaj50 CentLil Wayne2 ChainzBonde da Estronda, entre outros.
Queer Rap/ LGBT Rap: Rico DalasamGloria GrooveMademoisele Lulu MonamourCakes da KillaZebra KatzLe1fAngel Haze, entre muitos outros.
Ragga Hip Hop: Asher DSean Paul (no começo da carreira), Lady Shaw, entre outros.
Rap Opera: o filme “Carmen: A Hip Hopera”, a série “Trapped In The Closet” de R. Kelly, entre outros.
Rap Rave: especialmente o duo Die Antwoord, entre outros.
Rap Rock: Linkin ParkRed Hot Chilli PeppersBeastie BoysRage Against the MachinePublic EnemyPlanet Hemp, entre outros.
Rap Core: Run-DMCPlanet HempCharlie Brown Jr., entre outros.
Rap Metal: Rage Against the MachineCypress HillDog Eat Dog, entre outros.
Ratchet: Juicy JMr MandigoCam’RonFuture, entre outros.
Reggae Rap: Grubson, o álbum “Distant Relative” de NasDamian MarleyBlack AlienBNegão, entre outros.
Snap Music: Dem Franchize BoysCherish, Slim Thug, algumas música do T.I., algumas músicas do Soulja Boy , algumas músicas do Bonde da Stronda, entr outros.
Samba Rap: Marcelo D2, algumas músicas de Criolo e algumas músicas da Karol Conka.
Slab Music/ Hip Hop de Quebrada: Racionais MC’SChief KeefPublic EnemyDj Kool HercVisão de Rua/ Dina Di, entre muitos outros.
Stronda Music: Prexeca BangersBonde da StrondaChaparraus NutrsDivisão dos Playssons,
Storytelling Rap/ Rap Contador de Histórias: EmicidaRacionais MC’sRashidKendrick LamarFacção Central, entre muitos outros.
Swing Hip Hop: algumas músicas de Christina Aguilera (especialmente do álbum “Back to Basics”), algumas músicas de Kool G Rap, a MC Arianna Puello, entre ourtos.
Trap: Gucci ManeFamous DexYoung Thug21 SavageLil Uzi VertFuture, entre muitos outros.
Trap-n-B: algumas músicas do rapper 24hrs, algumas músicas de Tony Lanez, entre outros.
Turntablism: Invisibl Skratch PiklzBeat JunkiesX-EcutionersDJ Prime Cuts, entre outros.
Underground Hip Hop: Mos DefA Tribe Called QuestMF Doom2Pac, Notorius Big, A286, Facção Central, Wu-Tang Clan, Tech N9ne, Racionais MC’sRZO e grande parte dos MCs brasileiros.
Urban Pasifika: Ché-FuKing KapisiDei HamoDeceptikonz, entre outros.
West Coast Hip Hop: J ColeKendrick LamarAb-SoulScHoolboy Q, entre outros.


Categoria <4>Estilos Musicais Novos que Nasceram do Rap

Bongo Flava (Tanzânia) Cumbia Rap (Colômbia) Dancehall (Jamaica) Grime (Reino Unido)
Hip-Hop (EUA) Hiplife (Gana) Igbo Rap (Nigéria) Kwaito (África do Sul)
Kuduro (Angola) Low Bap (Grécia) Merenrap / Merengue House (República Dominicana) Motswako (Botswana)
Reggaeton (Porto Rico) Songo-Salsa (sem origem conhecida, por enquanto) Trip hop (Reino Unido) Urban Pasifika (Nova Zelândia)
  • Neurofunk**
  • New Jack Swing**

Obs: Os subgêneros que estão com asteriscos **, originalmente são identificados como subgêneros do Rap, mas acreditamos que, na verdade, são gêneros que nasceram do Rap.

Há controversias em diversos pontos, mas em breve iremos detalhar cada subgênero, com exemplos e muito Rap pra você ouvir!

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca