Home Editorial Precisamos falar sobre Vinicius Nave, o zika da rima, zika da base
Precisamos falar sobre Vinicius Nave, o zika da rima, zika da base

Precisamos falar sobre Vinicius Nave, o zika da rima, zika da base

por Joaozinhocwbeats

Vinicius ou melhor, Nave, é por mim por muito tempo o melhor produtor brasileiro, atuante ativamente na cena do hip hop — escrever o texto a seguir, se deve a importância desse cara em toda uma cena do rap nacional, onde deixo claro que você não precisa ser o cara que vai rimar pra ser o maior protagonista, apesar que, Nave rimando, também é protagonista, vamos lá.

Nave Beatz é responsável pela produção das maiores músicas dos maiores artistas do rap nacional, estamos falando de Marcelo D2, Emicida, Rashid, Flora Matos, Karol Conka, Bivolt… entre mil outros cantores que o produtor trabalhou em conjunto e aí pra mim está toda a mágica e pra você entender em forma de vídeo essa importância do Nave na cena nacional, recomendo esse bate papo realizado pelo parceiro Ronald Rios.

Acredito que o Nave era um beatmaker que vendia seus beats igual a maioria da cena dos beatmakers faziam, isso, década atrás… E você ter um beat do Nave, você automaticamente saberia que ia ser ouvido pelos amantes do bom rap nacional. Até que Nave teve a primeira oportunidade em trabalhar em conjunto com um artista lado a lado e até onde sei isso tem sido bem recorrente nos dias de hoje e acredito que foi isso que mudou o jogo, sua carreira e principalmente o patamar dos artistas em questão.

Antes de falar das suas produções, vale o parágrafo para destacar Nave rimando. Nave teve um grupo de rap chamado Savave, integrado por ele, Will e Thiago Pródigo, em Curitiba/PR. Ver o Nave rimar é ver o quanto esse cara é artista, o quanto a música sem dúvidas é a maior paixão do cara. Sem falar que, Nave rimando é melhor que 70% dos MC’s hoje em dia, rs. Ouça uma das faixas que Nave rimou e quebrou tudo.

Nave é dono da batida de “Desabafo” de Marcelo D2, “Bilhete 2.0” do Rashid, “Boca de Lobo” de Criolo, “O Jeito” de Flora Matos, entre outras mil por aí.

E o foco aqui vai pros discos que ele trabalhou em conjunto e que por mim e pelas pessoas da nossa mídia pautou como melhores trabalhos daquele ano. Começou em 2014, onde o Nave pegou um diamante chamado Karol Conka e lapidou com muita maestria.

Em “Batuk FreakNave mostra porque é o melhor produtor desse país, o disco tem uma variada tão incrível e cada elemento colocado nesse disco faz com que se torne o melhor álbum de 2014 pra mim, aí vemos Nave em conjunto com o artista e o resultado que pode vir acontecer, boom total na cena e na música brasileira. Um ano atrás a cantora estava desbancando a Anitta e a Clarice Falcão no prêmio Revelação do Multishow.

Ano seguinte, 2015, temos de novo Nave e outro artista trabalhando em collab e aí meus amigos, estamos falando de Rodrigo Ogi, o vovô mais amado do rap e o mais cabreiro também, Ogi é aulas. “” de Ogi é o melhor álbum de rap de 2015 e talvez da música brasileira desse ano, esse disco é tão foda que eu não sei nem imaginar o tanto de vezes que eu dei play nessa obra.

Em 2019 Nave trabalhou ao lado de Emicida no disco “AmarElo” e esse disco está com duas indicações no Grammy Latino, trabalhou com a rapper Bivolt e também está concorrendo ao Grammy Latino, vai chegar uma hora que o Grammy não vai será nada para esse cara.

Recentemente o produtor trabalhou com D2 novamente, como de costume, produziu 5 faixas do incrível álbum “Assim tocam os MEUS TAMBORES” e essa talvez tenha sido a experiência mais doida vivida pelos dois! Onde o Nave produzia as músicas em uma Live junto com o D2 ao vivo pela plataforma Twittch.

Nave ficou anos em Curitiba, sendo a maior referência da cidade e desse país em questão de produção musical. Hoje reside em São Paulo e sem dúvidas foi a escolha pra alcançar voos maiores. Quem sabe não vimos um dia o zika da rima, zika da base produzindo pra Kendrick Lamar, J.Cole… quem sabe… Quem tem a ganhar é os próprios artistas.

E por último vou deixar o ultimo single do Emicida que contou com participação da Ivete Sangalo e tem produção do Nave, essa música fecha a história de sucesso desse produtor que cada ano que passa, se torna uma lenda da música brasileira.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações