spot_img
domingo, março 3, 2024

Últimos Posts

O que é Bloke Core? A tendência que conecta moda e esporte

Uma camisa de futebol, uma calça jeans simples e um tênis adidas surrado. Acredite ou não, essa é uma das tendências da moda masculina destes tempos – o Bloke Core. Ninguém sabe ao certo quando o estilo surgiu, mas despontou no TikTok e vem conquistando as redes sociais. Nos vídeos postados na plataforma, homens compartilham seus looks futebolísticos e demonstram seu apoio a esse estilo.

A tendência não é nova, e já esteve em alta principalmente na cultura Hip Hop, além de ser um estilo queridinho das celebridades do pop nos anos 2000. A ideia principal da tendência, é proporcionar conforto e muito estilo, trazendo à produção, um ar “cool”. 

O apelo de quem o adotou, por incrível que pareça, é escolher o visual que um homem médio usaria ao assistir uma partida de futebol. O termo “bloke”, inclusive, é uma gíria inglesa para se referir a um homem comum, algo similar ao “bro” americano ou ao “mano” brasileiro. Já “core” é um termo que, na internet, define a existência de certas tendências estéticas – cottagecore, dreamcore, weirdcore, etc.

Muita gente diz que [o blokecore] nasceu no Reino Unido, mas a gente sempre viu muito isso nas favelas brasileiras, e as camisas vêm ganhando cada vez mais aderência e sendo usadas em combinação com outras peças, como calças e saias.” Ela explica que um evento da proporção do Mundial faz com que mais pessoas busquem esse tipo de item.

Se a paixão por futebol é algo enraizado na cultura masculina, o bloke core apresenta a oportunidade de homens aliarem seu senso de identidade com o senso de autoestima e beleza. Para muitos, a tendência não só é uma forma de demonstrar sua paixão por um clube como também de reivindicar um estilo que sempre existiu, mas que nunca foi apreciado.

Nick Ramos, americano de 21 anos entrevistado pela Vice, acredita que o bloke core é uma forma de misturar o amor dele por futebol e um certo gosto por moda. Ele afirmou que sempre usou esse tipo de roupa, mesmo que o estilo nem sempre tenha sido considerado descolado.

Enquanto a calça jeans e o tênis são o mais básico possível, a escolha da camisa certa pode fazer toda a diferença. Uniformes mais velhos costumam fazer mais sucesso, especialmente as camisas da década de 1980 e 90. Ao longo dos anos, alguns modelos se tornaram clássicos por conta de seus designs. Uniformes como a camisa amarela e preta do Arsenal de 1991, o uniforme roxo da Fiorentina de 1998 e a camisa da seleção alemã de 1990 são ótimos pedidos.

Como esses uniformes não são mais produzidos, o preço deles pode variar bastante. Em lojas inglesas, você terá que pagar cerca de 20 libras (em torno de R$ 120) para camisas do começo da década de 2010. Quanto mais antigo o uniforme, mais caro. Camisas da década de 90 podem sair por até 300 libras (algo próximo a R$ 1.800).

No Brasil, lojas especializadas na venda de camisas de futebol retrô oferecem modelos a partir dos RS$ 150 reais. A maior parte das camisas fica entre a faixa de R$ 300 a R$ 500, a depender da raridade, alguns dos uniformes podem ultrapassar a casa dos mil reais.

Essa não é a primeira vez que moda e futebol se entrelaçam. O bloke core parece se inspirar na cultura “casual” e hooligan britânica — cultura de torcedores britânicos da década de 70 e 80. No Reino Unido, o futebol sempre teve uma ligação muito forte com a classe trabalhadora e muitos trabalhadores adotaram os uniformes como forma de identificar certos grupos e culturas. Há, no entanto, críticas relacionadas ao uso dos uniformes na nova tendência. Ao adotar um símbolo tão notório da classe trabalhadora de maneira superficial, o bloke core arrisca gentrificar um estilo da classe operária britânica que sempre foi visto como algo inferior.

Mas não há como negar que, cada vez mais, o mundo da bola troca passes com o mundo fashion. Marcas renomadas como Balenciaga á se inspiraram no estilo de uniformes de futebol para produzir suas peças e nomes como Stella McCartney já fizeram parcerias com grandes clubes europeus e produziram coleções exclusivas para os times.

A tendência nacional se inspira na cena Grime, estilo de música inglês que mescla hip hop com música eletrônica, e a une com o cenário do funk nacional. Assim como no funk brasileiro, uniformes de futebol também são utilizados no Grime. Fleezus, um dos principais nomes do gênero no país, chegou a fazer uma parceria com a Nike e o Corinthias, seu time do coração. A música “1990 O Início De Uma Era” faz parte da campanha de lançamento do uniforme reserva do Timão de 2020.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca