spot_img
quarta-feira, junho 12, 2024

Últimos Posts

Mac Júlia mostra seu lado B em novo álbum, “Baile da Dona Onça” 

A rapper Mac Júlia, após seu aclamado disco “Mete Mac Vol 1: Matriarca”, está de volta com seu mais novo álbum “Baile da Dona Onça”, explorando, dessa vez, o funk ao invés do trap. Lançado nesta sexta-feira (17) em todas plataformas de áudio, o projeto da artista mineira conta com parcerias marcantes do funk de BH, como MC Nahara, MC Laranjinha, MC Pretchako e MC Saci.

Em “Baile da Dona Onça”, Mac Júlia destaca a importância do funk na cena mineira, explorando diversos ritmos e subgêneros dentro do álbum. Com 16 faixas, o novo projeto da artista também serve como uma provocação, destacando a presença feminina dentro do funk, especialmente da vertente do proibidão.

“Esse é o momento de protagonismo das ‘mina’ no cenário do funk, no proibidão, que é a vertente mais ouvida e emplacada em vozes masculinas. Nós chegamos pra ficar e surpreender quem acredita que lugar de mulher não é aonde ela quiser”, afirma Mac.

Mesclando as batidas do funk mineiro com letras que elevam a autoestima, poder e protagonismo femininos, Mac Júlia deixa bem clara a mensagem de “Baile da Dona Onça”. A rapper compartilha suas experiências pessoais e as de outras mulheres, sempre com muita ousadia e alegria, nunca perdendo o lado divertido do funk.

Juntando-se a Saci, Nahara, Laranjinha, Pretchako e outros artistas mineiros, Mac também coloca esse projeto como uma união da cena do funk de BH, ritmo que tem ocupado diversas posições no top 50 do Spotify Brasil.

Baile da Dona Onça” é uma mostra da paixão de Mac Júlia pelo funk, descrevendo-o como uma “fonte inesgotável de felicidade”. Com somente uma faixa solo, “Toma Cuidado Para Não Se Apegar”, o novo disco celebra a cena mineira enquanto, ao mesmo tempo, destaca o potencial feminino no funk.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca