Home Rap Nacional Enide – Dos Passos [Single]

Enide – Dos Passos [Single]

por Dj Abraão

Em entrevista exclusiva ao ZonaSuburbana o Mc residente de Guaratinguetá-SP (Vale do Paraíba), conhecido como Enide fala de seu single recentemente lançado “Dos Passos”, também de sua carreira, projetos futuros, influência linguística e visão frente questões universais da existência humana…

ZonaSuburbana: Enide, primeiramente queremos que saiba que é uma honra ter essa conversa com você, e poder através dela conhecer um pouco da sua caminhada. Recentemente você lançou (disponibilizou) o single “Dos Passos”, gostaríamos de saber sobre a produção dessa musica e sobre o que se trata a letra da mesma?

Enide: Dos passos é um registro muito importante pra mim, foi uma parceria minha com o meu mano Felipe Castro de Niterói-RJ, ele fez toda a produção, desde o beat, até a captação e a mixagem… Lá na Tomba Records B em Niterói. O som fala dos passos da vida, “um passo para frente e você não estará mais no mesmo lugar”.

A busca do entendimento do ser humano complexo que não entendeu o que é viver o amor e não faz esforço nenhum para buscar esse entendimento, e nem melhorar suas atitudes perante o próximo para um convívio mais justo e digno de se viver, o ser humano não respeita o próximo, ele “tira” o mais fraco… Então não há respeito com o irmão, ele só não pisa quando ele tem medo do próximo, e isso é um câncer pra sociedade, que acaba gerando atitudes que ecoam em forma de fatos… É a fita daquele semi-refrão da música, “não tem como viver sem ter a influencia dos fatos no seu proceder”. É que o ser humano é uma lousa desenhada com uma caneta permanente, onde tudo influencia nos seus atos, tudo é parte da caminhada dele mesmo… Desde os sentimentos, até os pensamentos e por fim as ações (Transmissão e atração). Por isso a pessoa tem que estudar sua teoria internamente em silêncio, e buscar discernimento para colocar em prática, para influenciar positivamente e edificante-mente os seus passos.

ZonaSuburbana: Em Março de 2013 você lançou a EP ‘Os fatos não se esgotam’, contendo diversas participações de importantes nomes do Hip Hop em toda sua estrutura, quais foram essas participações e em que ponto cada uma contribuiu?

Enide: A EP teve a contribuição de vários irmãos do Vale (Vale do Paraíba). As musicas foram gravadas no estúdio da Mr Fish produções (Pindamonhangaba) pelo Rafael Mudo e no estúdio Pura Rua (São José dos Campos) pelo Mc Dö, que fez a mix e a master de todos os sons. Participações: Mattenie (Jacareí), Mr JordanDj Dedé 3D e Mc Dö (São José dos Campos) Produção: SkeeterNeto (São José dos Campos), Santonio e ERN (Espanha). Eu gosto de falar Vale, quando me refiro a minha área, primeiramente por que não remete a nenhuma prefeitura e a nenhum traidor de voto, até porque nunca tive apoio desses que não tem o mesmo amor que o underground tem pela nossa região. Somos todos seres humanos na Terra né! Na real é isso… Uma localização de portas abertas e não de fronteiras, afinal, somos todos terráqueos.

ZonaSuburbana: Vejo que no disco a dois produtores Espanhóis, e algo marcante em seu inconfundível flow é o casamento entre duas línguas, o Português e o Espanhol/Castelhano, que se fundem como um só soando com total naturalidade, de onde vem essa influencia? E ela tem a ver com a “fita” de que todos somos uma só família na Terra?

Enide: Surgiu meio que natural, porque eu gostava de falar umas palavras desde criança, pois quando eu ia na missa de Nossa Senhora de Aparecida via várias famílias latinas, tanto na missa quanto na rua vendendo terço, pedindo esmola ou fazendo música na praça, então esses irmãos vieram a participar naturalmente da minha vida. Depois veio a convicção de que o Brasil é o único país de expressão na América Latina que não fala espanhol, e é mais fácil para gente falar espanhol do que pra eles o português, e o povo latino é influência para todo mundo, pois esse é um povo guerreiro, exemplo de fé, fraternidade e espiritualidade.

ZonaSuburbana: Bom, falamos do seu EP “Os fatos não se esgotam”, porém esse não é seu único e nem primeiro trabalho, correto?

Enide: Sim, o primeiro foi “Los Hechos Jamás Se Acaban…” uma edição limitada produzida pelo mestrão Speed Freaks (R.I.P.) de Niterói-RJ em 2009. Um trampo que pretendo relançar só que numa session ao vivo no estúdio com algumas participações.

ZonaSuburbana: Já tem ideia de quando poderá vir o próximo trabalho ou ainda é cedo?

(Enide)
Não tenho ideia de quando vai sair o próximo trampo, mas até a copa pretendo lançar mais 2 singles.

ZonaSuburbana: Aguardamos por isso… Enide, falamos aqui dos seus trabalhos, passados, presentes e futuros, mas o trabalho nada é sem a essência do mesmo, né mano!? Usamos o Rap pra expressar aquilo que sentimos, vivemos, pensamos… Sempre no intuito de influenciar de maneira positiva e reflexiva a existência dos seres aqui da Terra… Em palavras, o que você gostaria de dizer a todos? Fique a vontade, o espaço é seu!

Enide: Eu gostaria de falar que o ser humano precisa ter mais amor próprio e saber de algumas paradas universais, como o amor próprio/ amor pelo próximo (transmissão-atração). O mano que entende essa parada,fica mais cauteloso com os seus atos, pois sabe que tudo aquilo que ele emitir, vai voltar para ele com mais intensidade, é como diz meu irmão Neto (Síntese) mesmo, a treta é vibracional, o poder bélico é impotente ao caos Universal. Já deixando claro, que essa não é uma verdade imposta para as pessoas seguirem, também sou enfermo, mas essa é uma visão para a pessoa mesmo analisar e refletir sobre, sem imposição, pois todos devem ser livres. Buscar sabedoria diariamente para saber detectar quando o seu interior quer puxá-lo para uma conversa.

A busca pela sabedoria vai dar sagacidade para equilibrar bem a razão e a emoção, assim os seus passos deverão edificar mais obras positivas para você e todo o seu convívio. Está para sair um registro meu e do meu irmão Ralph que fala sobre isso, e a gente crê que a água é uma boa influência e fonte de inspiração, pois ela é pura e transparente, e ela é ela mesma em qualquer lugar, passa as pedras desvia os empecilhos e se posta dentro de um frasco fechado, ela mesmo gera as suas próprias bactérias, ou se deixá-la parada, gera dengue e prolifera doença, assim como o ser humano ocioso ou fechado nas suas convicções. Sou muito novo para dar conselho para os outros, mas acredito que o compartilhamento de sentimento e a troca de informação e ponto de vista, não tem idade. Todos somos parte de um todo e nada é por acaso.

ZonaSuburbana: Enide, agradecemos imensamente por se dispor a conversar conosco, desejamos muita luz na sua caminhada e que seu som continue a se expandir como uma mão que se estende para ajudar o próximo.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações