Home Editorial Sandrão RZO apoia ação social de inserção da arte das ruas nas escolas
Sandrão RZO apoia ação social de inserção da arte das ruas nas escolas

Sandrão RZO apoia ação social de inserção da arte das ruas nas escolas

por RAPLongaVida

O projeto Ruart, idealizado pela nova promessa do Trap e do RnB, surgiu como trabalho de faculdade, ganhou corpo e a atenção do ícone do Rap nacional.

A nova promessa do Trap e do RNB, Gusta, 20, desenvolveu durante o primeiro semestre de 2021 um projeto para a sua faculdade. Com uma proposta consistente, o artista viu que sua iniciativa poderia ser bem maior do que apenas um trabalho universitário.

Antes mesmo de apresentar o que havia criado para o seu professor, Gusta mostrou o Projeto Ruart para o ícone do Rap nacional, Sandrão RZO, que prontamente ofereceu seu apoio ao projeto. 

Vejo que é um projeto transparente, com embasamento e que vem de jovens universitários, onde há grande esperança concentrada, uma estrutura de critérios transparentes, que gera confiança em todos”, fala Sandrão.

O Ruart tem como principal objetivo inserir as artes das ruas nas escolas e acabar com o preconceito existente, revelando que elas podem ser ferramentas desenvolvedoras das crianças e adolescentes.

Queremos mostrar que o Hip Hop, a rima e o grafite, por exemplo, podem desenvolver as crianças e mostrar que podemos usar estas artes para desenvolver o interesse pela escola e pelos estudos, criando a vivência das ruas, mesmo para aqueles que não vivem isso”, comenta Gusta.

É muito importante que as escolas tenham o olhar voltado para as artes das ruas, como o Hip Hop, por exemplo, que carrega consigo, em seus elementos, as artes plásticas, a dança e a música. Sem dúvida, sempre foi um movimento cultural que trouxe as pessoas das ruas”, diz RZO.

A atuação do projeto atende, neste primeiro momento, crianças e adolescentes de escolas, mas Gusta já tem expectativas maiores. “Quero ampliar o Ruart para todos os lugares que puder ser implantado, como em comunidades e para diversas idades”, projeta o artista.

Segundo ele, por meio das artes de rua, como o skate, o grafite e o hip hop, os alunos podem ter mais interesse pela escola ao encontrarem uma forma diferente de aprender. Além disso, auxilia os alunos a terem uma visão diferente sobre o mundo, em um contexto geral.

Em tese, as escolas não preparam os alunos para uma visão de mundo. E quando você coloca as ruas nisso, mostra para as crianças e adolescentes as vivências e realidades de muitas pessoas, para que eles possam se preparar para a vida fora da escola, como para o trabalho, para a luta diária em sobreviver e buscar o que se quer. A ideia é mostrar para eles que podem ganhar espaço onde eles quiserem”, complementa Gusta.

Sandrão finaliza dizendo que o projeto vai muito além de inserção nas escolas. “Acredito muito no poder da informação e é isso que o Hip Hop faz. As pessoas ficam sem esperanças com muita coisa que acontece. Cada vez recebemos mais informações controladas e menos acesso às universidades gratuitas, por exemplo. E o projeto vem para ajudar as crianças e adolescentes a tirarem a venda dos olhos e enxergarem seu potencial, independentemente de qualquer situação externa”.

Live sobre o projeto

No dia 6 de julho, às 20h, os artistas farão uma live no Instagram para conversar e explicar o projeto.

Para acompanhar basta acessar os perfis do Gusta (@ogustareal) e o do Sandrão RZO (@sandraorzo).

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações