spot_img
terça-feira, março 5, 2024

Últimos Posts

Rapper Luana Hansen se apresenta na 2ª edição do evento “Cantando a Subjetividade: Rap e Psicologia”

A ideia do “Cantando a Subjetividade: Rap e Psicologia”, que acontece na USP a cada 2 meses, é simples: aprender, a partir das vivências e reflexões de cada rapper, sobre como a sociedade funciona. Machismo, Racismo, Homofobia, Transfobia, vida na Prisão, violência policial: nada é tabu nesse evento que pretende ser uma forma de aprendizado e conscientização.

Como funciona? Tudo começa com um show de abertura. Na sequência rola uma mesa de debate (inspirada no programa “Roda Viva”) onde o convidado responde a perguntas feitas por alunos, professores e funcionários da USP. durante 1h. Depois disso é a vez da platéia fazer as perguntas que quiserem!

Após a primeira edição, que contou com a presença do Dexter, é a vez do evento receber a visita da rapper Luana Hansen. Bastante conhecida pelas militantes feministas, Luana não tem papas na língua para falar sobre ser mulher, ser negra, ser lésbica e morar na periferia. Conheça mais sobre o trabalho da rapper:

O show de abertura será por conta do super grupo Mei13, formado por membros do PC Mic e do Negativos.

O evento acontecerá dia 04/04 (próxima segunda-feira), entre a estação Butantã da linha 4 amarela do metrô e a estação Cidade Universitária da CPTM, no Instituto de Psicologia da USP (Av. Professor Mello Moraes, 1721), no vão do bloco G. O show do Mei13 começará às 13h30 e a mesa com a Luana Hansen às 15h!

Eu, Arthur, aqui do ZonaSuburbana, faço parte da produção desse evento e conto com a participação de todas e todos!

12939093_10207260028992505_1033046021_n

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca