Home Noticias Polícia Civil proíbe show do grupo de rap Facção Central em Florianópolis

Polícia Civil proíbe show do grupo de rap Facção Central em Florianópolis

por Dj Abraão

Facção Central, faria seu primeiro show na Ilha nesta sexta-feira (15).

O show do grupo de rap Facção Central, que seria realizado nesta sexta-feira (15), no Boliche da Ilha, na SC-401, em Florianópolis, foi cancelado. Na última quinta-feira (7), a divisão de fiscalização de jogos e diversão da Polícia Civil fez uma operação no local e vetou a realização da apresentação. A gerente da unidade, delegada Michele Antunes, afirmou que o alvará anual não estava em dia e que o estabelecimento não comportaria um evento desse porte.

O dono da casa, Alexandre Clemente, e o produtor do espetáculo, Geraldo Cappadona, mais conhecido como MC Gera, contestaram a decisão, afimando que todos os alvarás de funcionamento estavam em dia e que os agentes estariam realizando uma espécie de perseguição, já que o grupo faz críticas à polícia nas letras de suas músicas.

Gera afirmou que cinco policiais, incluindo a delegada Michele, estiveram no boliche, onde ele também trabalhava como barman, e pediram para falar com o dono do estabelecimento. Em um primeiro momento, queriam ver os papéis que autorizavam o show:

– O Alexandre então afirmou que estava tudo certo, inclusive o alvará anual de licença, que tinha vencido naquela semana, mas já estava com a renovação protocolada.

Segundo os dois responsáveis pela apresentação do Facção Central na cidade, foi a partir desse momento que os agentes mudaram o tom.

– Eles começaram a mostrar fotos e vídeos, acusando a banda de ter envolvimento com o tráfico, além de incitar o crime e a violência contra policiais – afirmou Gera.

– A delegada disse: “Não vai acontecer aqui e nem em nenhum lugar e, se insistirem, venho com 50 viaturas e um helicóptero para impedir” – completou Alexandre

Michele Antunes defendeu-se, alegando que os alvarás anual e de incêndio do local não estavam em dia. Questionada sobre a possível perseguição ao grupo por conta das críticas à polícia, a delegada rebateu:

– Eu nem conheço essa banda…Aqui o pessoal (da polícia) também não conhece.

Depois de ser avisado do ocorrido pela produção, o rapper Dum Dum, gravou um vídeo, lamentando o cancelamento do show.

Os produtores estão realizando a devolução do dinheiro dos ingressos. Mais informações no link do evento no Facebook.

Fonte: Diário Catarinense

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações