Home Editorial Orochi potencializa carreira de jovens rappers periféricos: “Isso é emprego na favela, é renda”
Orochi potencializa carreira de jovens rappers periféricos: “Isso é emprego na favela, é renda”

Orochi potencializa carreira de jovens rappers periféricos: “Isso é emprego na favela, é renda”

por ZonaSuburbana

Fundador da Mainstreet Records, Orochi, de apenas 22 anos, tem a sua meta muito clara: alavancar a carreira de rappers oriundos das periferias. Mesmo diante do sucesso notável, já que seus dois últimos álbuns, “Celebridade” (2020) e “Lobo” (2021), passaram semanas no Top 50 álbuns da plataforma, o artista, natural de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio, sinaliza para a importância de impulsionar o gênero rap enquanto arte. “Quando a gente dá destaque para esses artistas, a gente fortalece o movimento do rap todo. Esse é o objetivo da MainStreet”, explica.

Nomes como MC Poze, Bin, Borges e PL Quest, todos esses artistas com o selo da Mainstreet, fizeram participações no álbum “Lobo”, lançado por Orochi em maio. Para além da visibilidade dos próprios artistas, o músico também ressalta o impacto social gerado pelo movimento. “Todos esses cantores estão estourando com seus próprios estilos, suas próprias mensagens e naturalmente estão alcançando mais pessoas. E cada um que estoura ainda leva com ele uma grande equipe de produção, fotografia… Isso é emprego nas favelas, é renda, é crescimento para todo mundo”.

A aposta em um repertório variado, em que cada rapper conta a sua vivência, com originalidade, faz com que esses artistas sejam vistos como ídolos de muitas crianças nas comunidades, fato que, evidentemente, enche Orochi de orgulho. “Ver as crianças sonhando em ser MC’s faz todo nosso trabalho valer a pena”, completa.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações