Home DiscosAlbum L7NNON lança seu segundo álbum “Hip Hop Rare”
L7NNON - Hip Hop Rare [album]

L7NNON lança seu segundo álbum “Hip Hop Rare”

por ZonaSuburbana

Não é exagero afirmar que o Hip Hop salva vidas. Atualmente, o movimento é uma das ferramentas de construção social mais poderosas das periferias brasileiras e responsável pela formação cultural de milhões de jovens. Um deles é L7NNON, cria de Realengo, Zona Oeste do Rio de Janeiro, e que conquistou o Brasil com seus versos. “Hip Hop Rare”, seu segundo álbum, é um grande tributo ao poder transformador do gênero, e chega nas plataformas digitais dia 19 de novembro.

Hip Hop Rare” tem tudo que um bom álbum de rap precisa: lírica afiada, diferentes cadências no flow, vivência e muito papo reto. L7NNON canta sob a perspectiva de um batalhador que chegou onde sempre sonhou, mas reforça as dificuldades da caminhada. Para ele, o carro do ano, a cobertura na Zona Sul, os relógios caros e os milhões de seguidores são consequências do seu esforço, mas o valor de verdade está nas companhias de longa data, no lugar de onde veio e em fortalecer o movimento.

Com “PPTN”, o álbum começa em tom de agradecimento ao rap e aos amigos. “Hitmaker” exalta as conquistas do jovem cantor, sem o ar da ostentação, porque, logo em seguida, a faixa “Motivos” faz questão de lembrar que a batalha sempre antecede o sucesso. L7NNON segue o disco com os sucessos “Algumas Frases”, “Abre a Porta” e “Perdição”, que, juntas, somam mais de 150 milhões de streamings de áudio e vídeo. E ele finaliza com a mesma mensagem do início, de gratidão pela integridade e pela força que o fizeram chegar até aqui.
As parcerias dizem muito sobre este projeto: Black Alien, um dos maiores nomes da história do rap nacional, os novíssimos Pescadinha e Bolin, MC Marks e MC Hariel, dois dos grandes expoentes do funk, e Gaab, outro artista em ascensão e que empresta a voz em “Nada É Pra Sempre”, single carro-chefe do álbum. E, para garantir a melhor sonoridade possível, Papatinho assina a produção e os beats.

Com “Hip Hop Rare”, L7NNON quer devolver ao movimento tudo que recebeu. Em cada linha o sentimento é o mesmo – mostrar que apesar das dificuldades, o sonho vale ser sonhado: “Não é talento, mano, é disposição / Sabe que ‘nós’ não falha na missão / Olha minha cara estampada na capa / “Traficante” sim, só que de informação”.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações