Home Rap Nacional “Jasmim” mostra lado romântico de Hungria Hip Hop
Hungria Hip Hop - Jasmim

“Jasmim” mostra lado romântico de Hungria Hip Hop

por @felizrappy

Hungria Hip Hop é conhecido e ganhou destaque por trazer em suas letras, temas sociais importantes, ao falar da sua história de vida e de tantas outras que passaram por grandes superações. Hungria se aventura falando sobre o amor em “Jasmim”. Composta por ele, a música remete a um clima solar, onde se derrete em declarações e sonhos de uma vida a dois, com filhos e em um lugar no paraíso. A simplicidade da letra foi coberta por arranjos de respeito, pois além de manter o auto padrão em suas canções, o rapper chamou ninguém menos que Robertinho de Recife, produtor e guitarrista conhecido por trabalhar com nomes como: Phil Collen, Andy Summer, Xuxa, Elba Ramalho, Marisa Monte, entre outros.

Jasmim para mim tem sido uma grande realização. É um estilo completamente diferente do que já fiz e com inspiração em um dos nomes mais importantes da nossa música brasileira, Alceu Valença. É um artista que cresci ouvindo, e é uma honra fazer um som com a mesma essência que ele leva no trabalho dele. Outra realização é ter o Robertinho produzindo esta música, um cara que tem uma visão gigante e comprou nossa ideia. Ansioso para ter a troca do público e sentir o que acharam” – finaliza Hungria. O single está disponível nas plataformas digitais.

O convite veio através do empresário, Marcio Rolim, de Hungria. E eu falei honestamente que não conhecia o rapaz, mas fui me aventurando nas suas músicas e não tinha como não considerar esse menino como um Rei. O trabalho dele é rico, com letras marcantes e comoventes, sempre muito esperto nas colocações de voz e arranjos. Topei com gosto. Mas a dúvida era como introduzir minha assinatura em um trabalho que estava tão lindo? Foi então que sugeri de colocarmos a citara indiana, instrumento que traria para aquele trabalho tão intimista, mas tão rico, ainda mais único. E foi assim que casamos algo tão legal, Hungria gostou demais e agora é só motivos para comemorar. Hoje falo para todos que Hungria é meu CD de cabeceira.” – declara Robertinho do Recife.

Para o videoclipe, Hungria contou com o olhar talentoso de Fred Siqueira, diretor já acostumado a fazer trabalhos com o cantor. “Quando escutei a música pela primeira vez, senti o formato acústico, simples, orgânico, e percebi que o roteiro tinha que estar conectado com a natureza.” revela Fred. O clipe foi gravado em Maresias, cidade paradisíaca do estado de São Paulo, repleta de natureza. A ideia principal, segundo o diretor, é mostrar a essência intimista de um casal, situações do dia a dia, como levantar da cama juntos, se observando e até pequenas brigas por coisas sem importância, tudo com uma estética limpa e leve, sempre prezando pela simplicidade. 

Colecionando bilhões de visualizações e milhares de ouvintes em todas as plataformas de música, o rapper brasiliense sempre mostrou através de suas composições que é possível conquistar aquilo que se deseja, como por exemplo, “Já pensou se eu tivesse parado, desistido no meio do caminho, quando a chuva escorria na telha e a mesa mais farta era a do vizinho”, trecho da canção “Um Pedido” que se tornou um dos assuntos mais comentados no mundo, quando Isaquias Queiroz, medalhista de ouro nas Olimpíadas de Tóquio, citou em uma entrevista. Ou que nem sempre é fácil superar a saudade quando canta “Vai ser só bad isso daqui pra frente, saudade é dor que só quem passa sente”, em “Difícil Aceitar”, lançada em homenagem a um amigo que perdeu recentemente.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações