spot_img
quinta-feira, fevereiro 22, 2024

Últimos Posts

Em carreira solo, Sos lança mixtape “BLACKJUSTINBIEBER”, com Sant, Sueth, Chris MC e DNASTY

No dia 07 de dezembro (quinta-feira), Sos apresenta a mixtape inédita “BLACKJUSTINBIEBER”. Em 14 faixas, o rapper carioca aposta na sonoridade trap, R&B e boombap, e convida grandes nomes da cena como Sueth, Chris MC e a dupla DNASTY. A faixa de trabalho “MELHORIA”, liberada em novembro como esquenta para o lançamento do novo projeto, traz um feat especial com Sant. O lançamento é pela Trappin’ e está disponível nas plataformas de áudio.

Na cena desde 2016 e ex-integrante da gravadora UCLÃ, Sos já coleciona trabalhos com Baco Exu do Blues, Predella e Major RD. Em “BLACKJUSTINBIEBER” ele promete entregar toda sua essência musical e estética, abordando nas letras seu relato como artista do subúrbio do Rio de Janeiro (cria de Campo Grande), suas vivências e o contraste encontrado nesses dois mundos. 

Após dois álbuns (“Serpentes e Holofotes“ e “Eu nem gosto tanto assim de trap”) e três anos de intervalo entre o último lançado, Sos está de volta com mais uma grande aposta em carreira solo: “Nunca fiquei tão ansioso e esperançoso em sete anos de carreira, de que tenho algo real nas minhas mãos. Agora até mais do que nos meus álbuns, pois mostro que não existe facilidade para quem vem de onde viemos, e que você pode perder completamente o controle da sua vida se perder seus princípios. BLACKJUSTINBIEBER é um projeto para todos, sem distinção, e eu me sinto mais feliz e sincero do que nunca nesses versos. Sinto que todos vão amar”, conta.

Do trap ao boombap com rimas ágeis e ousadas, ao romantismo envolvente do R&B, a mixtape conta entre as participações com Sueth na faixa “FININ”, Chris MC e Shoy em “CACHOEIRA” e a dupla DNASTY entra em “DE ROLÉ”. A faixa-foco “MELHORIA”, feat. com Sant, a única já disponível nas plataformas de áudio e no YouTube, aborda a superficialidade no meio da música, fazendo um paralelo com todo esforço que se faz para ter uma vida melhor e encontrar um novo e real sentido para seguir em frente em meio às batalhas da vida. O single entrou na playlist AMPLIFIKA do Spotify, que impulsiona vozes e artistas pretos.

Em “VVS”, a inspiração veio de uma ligação entre Djonga e Sos: “Quando eu saí da UCLÃ, uma das primeiras coisas que eu fiz foi ligar para o Djonga. Eu falei pra ele que eu não queria mais fazer música, que eu ia parar. Ficamos uma hora no telefone e nessa conversa ele me mandou um áudio, que foi basicamente o que me convenceu a seguir em frente. Esse áudio é a base para VVS”.

Completam o projeto as faixas “A META”, “VIDALOKA PART100”, “PIXEL”, “PAI AMADO”, “PUTARIA É O ASSUNTO”, “FDP”, “R.U.A/ NÃO PARA”, “SESSION” e “RAPPERS BLOGUEIROS NÃO SABEM RIMAR”.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca