spot_img
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

Últimos Posts

Canguru Records amplia negócios e lança Canguru Paraisópolis

A Canguru Records, selo de música urbana da Universal Music Brasil, e o estúdio 7 Notas, de Paraisópolis, na capital paulista, acabam de firmar uma parceria inovadora com o objetivo de impulsionar novas narrativas, descobrir talentos e promover o fortalecimento dos sonhos na comunidade.

Localizado em uma região marcada por uma vibrante cena musical, o estúdio 7 Notas foi criado por jovens artistas de Paraisópolis com o objetivo de empreender no ramo fonográfico. O território é reconhecido por seus movimentos culturais, como o famoso baile da DZ7 e do Bega, que atraem especialmente o público jovem de diferentes localidades de São Paulo e até mesmo de outros estados.

A parceria entre a Canguru Records e o 7 Notas é um marco significativo. “A Canguru nasceu para conectar histórias através da música, e esta parceria vai proporcionar não apenas o desenvolvimento de novos artistas, mas também incentivar a produção cultural em um dos lugares onde a música urbana se mostra mais criativa e autêntica”, comenta Caio Corsalette, fundador da Canguru. Além da produção musical para novos artistas, a Canguru Paraisópolis realizará eventos, produções audiovisuais e outras atividades que visam fomentar ainda mais o rico território cultural.

Quem estará à frente da gestão local é a jornalista, produtora audiovisual e co-fundadora do estúdio 7 Notas, Glória Maria. “Como uma organização de produção fonográfica, estamos honrados em fazer parte desta parceria, escrevendo nossas próprias músicas e narrativas”, afirmou Glória.

Ecossistema único: cultural e socioeconômico

Paraisópolis tem um grande potencial econômico. Anualmente, a comunidade movimenta cerca de R$ 738 milhões em 14 mil estabelecimentos comerciais. Esses números evidenciam o impacto econômico local, onde empreendedores culturais encontram oportunidades nos bailes, forrós, pagodes e outros eventos que ocorrem na região.

Considerando o potencial de expansão desse ecossistema socioeconômico único, a Canguru Paraisópolis busca maneiras de gerar uma moeda forte em torno dos artistas locais. Apenas em 2022, a indústria musical brasileira gerou R$ 2,5 bilhões, de acordo com o relatório da Pró-música, uma associação de produtores fonográficos associados.

Conscientes do poder da música em conectar pessoas, os fundadores do estúdio 7 Notas, Glória Maria, Mike Johnnatan e Mateus Almeida, uniram-se com o propósito comum de revelar as potencialidades de artistas, MCs e produtores locais. A segunda maior periferia de São Paulo carece de investimentos culturais por parte do poder público e privado, mas seus jovens talentos afirmam que Paraisópolis é o “Patrimônio Cultural da Juventude Periférica”.

Paraisópolis é o território da música! A Canguru Paraisópolis fornecerá espaço para novos talentos, oferecendo orientação e suporte para o desenvolvimento artístico. Com uma atuação direta na comunidade, a Canguru Paraisópolis se estabelece como uma produtora inovadora e que está pronta para deixar sua marca no mundo.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca