Home DiscosAlbum Arnaldo Tifu apresenta seu novo álbum, chamado “TEMPVS”
Arnaldo Tifu - TEMPVS

Arnaldo Tifu apresenta seu novo álbum, chamado “TEMPVS”

por ZonaSuburbana

Arnaldo Tifu resumiu sua jornada na década de 2010 a 2020 através de rimas que contam histórias de sobrevivências, resiliências, memórias afetuosas e divertidas, troca de saberes, devaneios e lutas com seu novo álbum, intitulado “TEMPVS”.

TEMPVS” é composto por 12 músicas que ritmicamente traz muito RAP raiz original Boom Bap, algumas pitadas de funk, o original e o pancadão, flertes com novas sonoridades e até uma surfada no TRAP com seu personagem LIL TIF que nasceu inspirado na história de Benjamin Button (aquele que vai rejuvenescendo conforme o passar dos anos). O álbum enfatiza uma versatilidade de RAP’S com bastante originalidade, espiritualidade e musicalidade.

Conceitualmente, a ideia é inserir em um título sucinto a grandeza do universo “TEMPVS”, para chegar até essa ideia foram muitos dias de audição e montagens da sequência e tracklist até notar a presença que a palavra e entidade, TEMPO, se apresenta em quase todas as letras e este foi o código que gerou curiosidade pela busca e estudo da etimologia da palavra TEMPUS até decidir usá-la.

O designer Denis Freitas sugeriu usar a letra V ao invés da letra U para acrescentar originalidade ao título do álbum. Assim foi firmado o batismo dessa obra que é o TERCEIRO álbum, entre eps, singles e participações do MC que vem demonstrando a cada ano sua evolução artística e renovando seu compromisso com o RAP e a cultura Hip Hop.

As músicas foram produzidas por Pedro Simples, DJ B8, Gigo, Jonas Pheer e Amandes nos beats; a pós produção quem assina é Nixon Silva que trabalha com Arnaldo Tifu desde seu EP “Dias Que Resolvi Cantar” (2015). Para as participações nas rimas Arnaldo Tifu convidou Pedro Simples na música Além (2) e Malokero Anônimo na música TREPE (5) e nos backing vocals as vozes que harmonizam as canções Belezas Efêmeras (3) e Vidas (8) são de Gabriel Diaz, nas músicas Eu tô de boa (4) temos a Ieda Hills e na última faixa Confesse (12) temos o gospel de Emersoul.

Pedro Simples assina a direção musical responsável também pela mixagem e masterização, peça fundamental para a inovação e construção dessa obra. A captação e gravação de voz ocorreu no Estúdio Macaco Lab, em Santo André, entre janeiro e fevereiro de 2020.
As artes gráficas, capa e identidade visual foram criadas por Denis Freitas.

O álbum “TEMPVS”, está disponível em todos os streamings digitais.

Você pode gosta

1 comentário

Rapper Arnaldo Tifu lança novo clipe de 10X, do álbum TEMPVS 11/05/2021 - 12:47

[…] – 2013, EP’s: Dias Que Resolvi Cantar – 2015, UMAMI -2020, Brézil – 2020, e TEMPVS-2021, além de vários […]

Resposta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações