Home DiscosAlbum Vera Veronika lança disco comemorativo aos 25 anos de carreira, “Mojubá”

Vera Veronika lança disco comemorativo aos 25 anos de carreira, “Mojubá”

por ZonaSuburbana

Era 1990. O rap dava passos ainda miúdos em todo o mundo. “Ritmo e poesia” era o estilo que dominava as periferias de Nova Iorque e, apesar de tantas referências, ainda era considerado um estilo underground em todo o mundo. No Brasil, homens que moravam nas periferias davam vazão às suas causas por meio da poética urbana e com auxílio de scratches, toca-discos e batalhas de rimas.

No Distrito Federal, alguns grupos já alcançavam notoriedade a nível nacional. A presença feminina neste universo, no entanto, ainda engatinhava. Neste contexto, surge Vera Veronika, a primeira cantora de rap do DF. O caminho trilhado nunca foi fácil, por vezes, passível de desistência. Mas o título de pioneira é para poucos e Veronika reaparece 25 anos depois de sua primeira rima, lançando um disco comemorativo de carreira, intitulado “Mojubá”.

Mantenedora de abrigo infantil, pedagoga, empreendedora e consultora nas causas de Direitos Humanos, Vera sempre encontrou no rap a força necessária para lutar contra tudo o que parecia injusto. Deu certo! A cantora é tida como voz ativa na história do rap nacional e inspira gerações de mulheres que se dedicam ao estilo musical.

O disco “Mojubá” nasceu do projeto de DVD que comemora os 25 anos de carreira da artista. Com a produção de 15 faixas para compor videoclipes, e a realização ainda vindoura de outras 10 faixas que serão tocadas ao vivo – gerando um total de 25 faixas, uma para cada ano de trabalho na música – Veronika decidiu apostar também no formato de disco.

Foi então que, conversando com seu produtor musical, Higo Melo, e o diretor artístico, Nego Dé, a cantora resolveu lançar o trabalho em CD. Segundo ela, “Mojubá representa uma nova Veronika: traz a cara da ancestralidade africana, do afrobeat e da cultura brasileira”. Estas já eram pautas da rapper, que se identifica como “mulher negra, periférica e adepta de religião de matriz africana em constante luta pelas causas sociais”. A novidade é uma nova instrumentação no trabalho musical, acumulando sonoridades que ultrapassam o universo do rap, flertando com sons mais modernos.

Mojubá” traz 11 faixas, sendo nove da produção de Higo, e uma Vera Veronika mais contemporânea: antenada com tendências musicais, passeando por sonoridades negras de referências fortes. Higo, que tem carreira sólida como cantor e compositor, incluiu camadas de soul music e instrumentos não convencionais ao “ritmo e poesia”. As exceções na produção musical ficam por conta da paulistana BadSista – uma das únicas mulheres produtoras de rap no Brasil – na faixa “Assediadas”, e do DJ Brotha, que cria um trap para a faixa “No Corre”.

“Veronika estava há 10 anos sem gravar e com a mente fervendo. Transformar esses assuntos em música, de forma se torne um inicio de diálogo, e não em palestra foi a grande missão do disco. Há dez anos, compor música de grande duração era mais comum e “aceitável”. Hoje precisamos ser mais sucintos. Acho que fomos felizes em separar a cantora e compositora, da professora, pedagoga e palestrante. Todos os temas são instigantes. Quer ouvir boa música com conteúdo? Ouça o disco”, avalia Higo Melo.

Em “Mojubá”, a violência contra as mulheres, o tráfico feminino, a diversidade sexual, o empoderamento, a superação, o genocídio da juventude negra, o cotidiano dos jovens de periferia e a ancestralidade e religiosidade africanas são pautas definitivas. Acrescenta-se à ficha técnica um grande número de convidados, confirmando a característica aglutinadora do trabalho de Veronika.

Mojubá” está disponível em todas as plataformas digitais.

+em www.facebook.com/veraveronikaoficial

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações