Home Entrevistas Uma emblemática entrevista com Ja Rule e Irv Gotti

Uma emblemática entrevista com Ja Rule e Irv Gotti

por RiDuLe Killah

[Este artigo foi originalmente publicado em Junho de 2003 pela XXL]

Palavras por Elliott Wilson:

Foi um ano agitado para IrvingIrv GottiLorenzo e JeffreyJa RuleAtkins. No início do novo século, a empresa distribuída de Gotti, Def Jam, Murder Inc., aumentou a proeminência com a força dos álbuns consecutivos de Ja Rule de tripla platina e o lançamento da novata de dupla platina do R&B, Ashanti.

Ultimamente, as coisas ficaram realmente complicadas. Em primeiro lugar, a mente de todos é o conflito entre Ja e o mais novo fenômeno do rep, (o Don Dada) 50 Cent. Os dois já trocaram farpas na rotina da vida real duas vezes (final de 1999, em Atlanta, e outra no início de 2000, nos estúdios da Hit Factory de Nova York). A treta foi exposta para o público em 1999, quando 50 dropou “Your Life’s On The Line”, com seu refrão provocador, “Murder/ I don’t believe you” (Assassino/ Eu não acredito em você). Em 2002, quando Eminem e Dr. Dre assinaram 50 para o time deles, as linhas foram desenhadas. Subindo através de mixtapes, estações de rádio e publicações, os sentimentos sinistros só aumentaram. Com o hype sanguinário do mundo do rep em um alto histórico, a tensão não parece esvair-se em breve.

Infelizmente para a Murder Inc., 50, Em e Dre não são os únicos que os chamam. O próprio FBI está no seu negócio devido ao relacionamento de Irv Gotti com o chefe de drogas dos anos 80 Kenneth “Supreme” McGriff. Será que McGriff (que foi recentemente preso em uma carga de armas) forneceu o dinheiro para o nascimento da Murder Inc.? Ou, como 50 Cent alegou, McGriff foi extorquir o selo desde seus inícios? Ou Irv está apenas ajudando seu antigo amigo da Jamaica, Queens a fazer uma vida sincera no negócio do entretenimento? Pouco depois do lançamento do novo e polêmico videoclipe “Murder Reigns” de Ja (que recriou a varredura dos Federais em seus escritórios) os Inc. foram gentilmente convidados a desocupar o 825 Worldwide Plaza, local onde habita a Def Jam Records.

No tribunal da opinião pública, o veredito parece estar já encaminhado. O recurso da Murder Inc. diminuiu muito em pouco tempo. O auto-proclamado “World’s Most Talented Label” (Selo Mais Talentoso do Mundo) tornou-se o mais criticado. De pirralhos da BET odiando os vídeos da Inc., à petição anti-Ashanti que circulava pela internet, às alegações de DMX de que Ja copiou seu estilo, para o rosto brutal de Nas depois de uma promessa de fidelidade de uma só música, parece que todos na comunidade do rep estão colocando seus ovos em uma cesta diferente.

Falando, em sua maior parte, em tons vocais restritos, mas propensos a explosões voláteis, eles juram dizer a verdade, toda a verdade e nada além da verdade — como eles a vêem. Eles estão cheios de problemas? Eles ainda podem fazer hits? Leia e depois decida.

Irv Gotti e Ja Rule

XXL: Vamos falar sobre todo o ódio no ar. Por que você acha que parece que todos se voltaram contra Murder Inc.?

Irv: Eu acho que é porque estamos nessa há quatro anos e as pessoas querem ver alguém agora. Isso é hip-hop. Todo mundo fala sobre Ja cantando, mas ainda é [reproduz o refrão de Snoop] “Beautifuuul” — gravando um vídeo no Rio onde Ja fez. Jay com [cantando o refrão de Jigga (apelido de Jay-Z)] “Excuse me miss, what’s your name?” (Com licença, senhorita, como você se chama?) E eu adoro o som do Snoop, eu adoro o som de Jay. Mas por que todo mundo está vindo apenas na direção da Murder Inc. e Ja quando todo o jogo está fazendo isso? Kay Slay, este nigga é o nigga da rua, certo? Ele dropou seu álbum e teve Amerie participando de seu projeto. E não estou com raiva disso. Eu quero isso muito claro, e por favor, nesta entrevista tente… Você entende o que estou dizendo? Pense assim, porque não estou com raiva de nenhum desses niggas.

Qual é a mensagem que você está tentando transmitir com o vídeo de “Murder Reigns”?

Esse foi o nosso último pedido de paz. Quando você olha esse vídeo — eu mato Ja, toda a merda com os Federais — é como se estivéssemos uma batida de bomba relógio, e foi a nossa última tentativa de chocar as pessoas e tentar levar as pessoas para pensarem tipo, “Whoa, nós precisamos parar. Talvez precisemos parar antes que algo aconteça.” Foi o meu último grito para todos — estações de rádio, publicações, todos — tentar recuar e fazer uma rotação diferente. Tipo, “Talvez esses rapazes precisam se unir.”  Mas é quase como se eles quisessem que nos matássemos. É quase como se eles desejassem alguma violência. Será divertido para eles ver Irv Gotti morto, ou Ja Rule ou 50 Cent ou Eminem. Vai ser divertido para eles assistir um de nós morrer.

Você não pode culpar a mídia pela criação da treta entre 50 e Ja.

Eu acho que a mídia tacou combustível nesse fogo. E eu acho que 50 alimentou isso. Na real, eu não gosto mais de falar sobre esse lance com 50, porque é como se ninguém me ouvisse. Está caindo em ouvidos surdos, porque eles querem que a treta continue ganhando força. Eles querem esse problema, então eu sinto que está caindo em ouvidos surdos. Eu odeio essa merda de drama. Mas você quer saber? Se é o que é, eu vou lidar com isso. Você entende? Mas se você me perguntar se eu gosto disso, eu odeio isso. Quem é que quer morder essa merda? Ele olhou abertamente para a Murder Inc. e disse: “Eles estão fazendo isso, eu vou atrás deles.” No início de tudo isso, esse lance entre 50 e Ja, 50 foi administrado por um bom cara, Chaz [a.k.a Slim], que era um bom amigo meu, ’Preme e um bom amigo de Ja. Foi quando 50 começou a soltar pela boca. Nós não sabemos quem é esse cara. Slim chega no cara e lança, “Eu quero esmagar toda essa merda. Estou com o rapaz [50], e estou tentando fazer coisas com ele.” E eu respeito Slim, e Slim ganha respeito na minha equipe. Então Slim tenta reunir-se comigo, Ja, 50 e um monte de manos — apenas para acabar com a rixa logo no início. Nos conhecemos no estúdio de Slim, logo após a Jamaica Ave. Todos vieram ao encontro: eu, Ja, ’Preme e todos estavam na reunião. E 50 não apareceu. Mas você entende, era um movimento para a paz. Eu não estava em Atlanta, mas pouco depois desse encontro não ter acontecido, Ja tinha um show em Atlanta e eu acho que foi quando ele viu 50.

JA RULE

Você teve duas confusões com 50. Vamos começar exatamente do início, sem cortes.

Ja: Um promotor nos colocou no mesmo evento em Atlanta. Ele não sabia. Eu também não sabia. Eu estava em Atlanta, eu tinha um daqueles bastões de Louisville em volta do meu pescoço. Então eles puxam para cima. Temos um amigo mútuo envolvido. Ele diz: “Yo, Ja, você sabe que está arrependido do som [‘Your Life’s On the Line’]. Você vai falar com o nigga?” Ok, vou falar com o nigga, foda-se. Ele disse: “Você sabe que a música já está nas ruas, eu não posso retirar.” E sendo quem eu sou, falei: “Quer saber, eu quero que se foda. Eu não gosto de você, porque você pensa que você é cara. Você fez “How To Rob”, então você faz uma música negativamente sobre mim. Eu não gosto de você, nigga. E eu não acho que você é talentoso. E vou te esmagar. E, no entanto, você quer fazer o que for.” Então ele me agrediu — boom. Então assim que ele me agrediu, eu revidei, boom.

Puxei a camisa sobre sua cabeça, deixei o taco cair e começamos a brigar. Meu mano O pegou o taco e começou a bater nele. Ele tinha pessoas com ele. Não foi minha culpa, eles não entraram. Nosso amigo em comum que entrou. A corrente de 50 saiu, minha corrente saiu. Nossos amigos em comum estavam pegando nossas jóias. Eles estavam indo para dentro, então eu peguei aquela pequena lata de lixo — com o pequeno topo de areia que fica na frente dos hotéis —, pegou um desses e o perseguiu dentro do hotel e jogou enquanto os niggas estavam entrando no elevador. Então a polícia não conhece ninguém além de Ja Rule. Porque 50 não é ninguém agora. Então quando o hotel chama a polícia, é claro que eles chamam a polícia para Ja Rule. Então começamos a pensar, tudo bem, precisamos sair daqui.

Então nós deixamos o hotel e fomos para outro hotel antes que a polícia chegasse. Tivemos o show naquela noite, 50 não foi. Fui e fiz o show, ele não apareceu. Partimos, voltamos no dia seguinte para Nova York. Um pouco mais tarde, recebi uma ligação, “Yo, ele está na Hit Factory.” Eu estava na Hit Factory, gravando. Ele estava no andar de cima. Meu mano estava com muletas no momento, e eu peguei uma de suas muletas. E eu disse, vou subir e ver o nigga. Abra a porta. A sala estava louca. Eu peguei a muleta, ele estava lá. Eu disse: “Yeah, nigga. Ouvi dizer que você estava falando merda sobre mim, certo?” Então o nigga me olhou como se tivesse visto a porra de um fantasma. O nigga disse: “Yo, vamos conversar.” Eu falei: “Conversar? Ouvi dizer que você já estava falando… Whap!” E continuei a bater no nigga com a muleta. Essa porra foi real. Então, boom, continuei a bater com a muleta nele. Nós todos na sala, todos começamos a ficar ocupados. Ele realmente não ficou tão ferido quanto queríamos machucá-lo, entendeu, porque ele estava enrolado no canto pelos alto-falantes. Então começamos a tacar os alto-falantes nele. Estava ali tentando acertá-lo com a muleta. Eu estava ficando selvagem com a muleta. Eu estava até atingindo alguns dos meus niggas com os quais eu estava com a porra da muleta. Então ele correu pelo corredor sangrando, para Made Men e Benzino. Eles estavam no bloco da Sony. Ele vai e se refugia com eles lá. Agora, Benzino é meu mano. O nigga Benzino disse que colocou 50 no carro e levou-o para o hospital.

Você e 50 não atravessaram caminhos desde então?

Nós estivemos na mesma cidade, o mesmo lugar, supostamente a estar nos mesmos lugares — não o vi. Grammy Awards, sem 50. Álbum n.º1 no país, o álbum mais quente, o repper mais quente agora no país, e você não está nos prêmios Grammy? O desempenho do seu homem, ganha um prêmio, e você não está lá? Você não vem quem está lá é o Eminem. Eminem? Você nunca se sentou nos prêmios. Você fica na parte de trás o tempo todo. Eu não deveria fazer nada além de dar uma bofetada em você, você deveria ter tomado seu lugar. Não seria nada. Você pode dar uma bofetada. Se você tivesse ido mais longe eu teria vaiado sua bunda, nigga. Mas uma bofetada? Você pode dar uma bofetada. Eu estava esperando. Confrontação, nigga — mostra sua cara. Fale sobre isso, seja sobre isso. E quando eu botar minhas mãos no 50 novamente, estarei com sua bunda de fora. Ele, Em, Dre, qualquer um desses niggas, eu vou botar suas bundas para fora nos reps.

Mas você não tinha nenhum problema com Eminem até que ele assinasse 50 Cent. Vocês não eram de boa?

Eu já conheci ele antes. Era sempre tipo, “O que há de novo?” Quero dizer, nós gravávamos juntos. Foi há algum tempo, quando seu primeiro álbum saiu ou o que quer que seja. Alguma merda social, nunca nada especial. Mas é incrível que este garoto se envolva [com 50]. Deixe-me dizer-lhe uma coisa, eu gosto de Eminem. Mas foda-se ele, porque ele está andando com esse cara por aqui. E você não precisa, Em. Você não é um cara duro. Você não é do bairro, você não é das ruas. Então agora você acha que você é um cara de rua? Você acha que pode falar sobre as coisas da rua por causa desse palhaço? Este cara 50 não é um cara de rua. Ele vendeu drogas nas ruas, mas ele não é um cara da rua. Você pode contar pelo seu código de ética. Ele está nas revistas e grita os nomes dos gangsteres. Eu culpo Eminem por realmente acender essa merda. Toda a coisa dividida e conquistada. Por que não? Por que não permitir que esses dois niggas fodidos se matem? Por que não?

Agora você soa como Benzino. Por que essa parada não é esmagada de vez? Toda essa coisa sendo enfatizada…

Para onde mais vai? É o que estou dizendo. Quando fiz uma declaração, antes de fazer uma declaração. Yo, se você não tem uma treta realmente séria com uma pessoa, como se quisesse me machucar fisicamente, então fique longe. Fique longe, porque é isso que isso vai causar problemas. Estive lendo outro dia nos jornais: Jay-Z e Nas são os dois mais odiados de Nova York. E você sabe por que eles disseram que eram duas das pessoas mais odiadas em Nova York? Porque eles não conduziram a rixa. No final do artigo, estava dito: “Se foi um golpe de publicidade, falhou. Se foi real, também falhou.” Então mesmo para o olho comum, mesmo para um idiota, a guerra das palavras leva a algo. O que acontece quando você entra em uma sala juntos? Você não acha que haverá algum tipo de confrontação?

IRV GOTTI

Ouvi dizer que você está chateado com o artigo de 50 Cent na Rolling Stone.

Isso me chateou porque adoro Jam Master Jay. Jay é um cara amado. Eu sou de Hollis, Queens. Eu não quero meu nome perto dele em associação com sua morte, porque eu amo esse cara. Eu sou de Hollis, esse nigga influenciou minha vida. Estava correndo pelas bocas dos niggas por aí que eu tinha mais o que fazer, ou Murder Inc. tinha algo a fazer, com isso. Isso é louco. “Jay nunca me quis em torno da Murder Inc. Ele disse para deixá-los sozinhos.” Quem está dizendo isso, você? Só pode ser um dedo duro. E eu vou lhe dizer, esse é um cara que perdeu sua mãe. Este é um cara que foi baleado. Ele é um filho sem mãe. “Fuck the world…” (Foda-se o mundo). Entende o que estou dizendo? A mentalidade. Veja as músicas, toda a imagem. Eu não digo nada do que o bairro pensa, fodam-se. Todos estão tentando dizer que ele é o novo 2Pac. Nah. Você não é o novo 2Pac, mano. Porque 2Pac tinha moral e honra. Ele estava sobre algo. Este nigga não é sobre nada. Ele está agitando as rixas. ’Pac era sobre algo. Ele estava empenhado em elevar o povo, sobre fazer algo para os negros. Ele era um herói negro. Ninguém é 2Pac. Ja não é 2Pac. 50 não é 2Pac. Ninguém jamais será 2Pac.

Muitas pessoas acreditam que Ja quer ser 2Pac.

Ouça, Ja nunca quis ser 2Pac. Ja não pode mudar sua aparência física. O cara não trabalha como ele ou nada. Todo mundo usa bandanas, é uma coisa do hip-hop. Nós amamos e respeitamos 2Pac como todos os outros. Eu sou abertamente a dizer: eu sampleei a música do 2Pac por causa do meu amor pelo nigga. E quando eu sampleio sua música, sua mãe é paga. Eu amo 2Pac. Eu adoro esse nigga com uma paixão, porque sua música corre no meu sangue. Mas o nigga não era apenas treta, o nigga era profundo. Essa merda de treta, não era sobre o que 2Pac era. Ele era sobre negros. Sua mãe eram uma Pantera Negra. Ele era sobre negros. Ouça suas músicas, cara!

Quais são seus sentimentos sobre o sucesso de Eminem? Você se inscreve na teoria do Benzino de que o sucesso de Eminem — como pessoa branca — é ruim para o hip-hop?

Não. Acho que a qualquer momento que alguém rima e vende muitos discos, isso é bom para o hip-hop, porque o expõe a um público mais amplo e abrangente que talvez não tenha ouvido o hip-hop antes. Mas porque ele vende tantos discos, há uma grande quantidade de chupadores-de-saco de Eminem, na minha opinião. Eu tenho uma questão: eu não vi 8 Mile nos cinemas, porque estava esgotado em todos os lugares. Mas eu vi quando voei para o exterior. Eles estavam falando que era “digno de Oscar”. Quando olho para 8 Mile, vejo Krush Groove. É uma história de um cara chegando e tentando entrar na música hip-hop. Sobre o que era o Krush Groove. Por que Run-D.M.C. (personagem do filme) não recebeu indicações “dignas de Oscar” quando fez Krush Groove? Mas Eminem recebe? É definitivamente uma coisa racista.

Você realmente não vê o talento do cara? Ele provavelmente é o melhor repper do jogo.

Isso é besteira! Não posso afirmar isso. Quero dizer, ele é inteligente com seu lance, mas… Talvez seja um racismo reverso que estou fazendo agora. Talvez eu não consiga senti-lo assim, porque eu sou um nigga. E a merda que eu estou passando é porque eu sou um nigga. Posso ir para a prisão porque eu sou um nigga e não vou virar as minhas costas aos meus niggas. Então se você quer falar sobre Eminem, não me importo com esse merda, porque não pode sentir minha dor. E uma palavra de conselho que eu lhe dou é: Cara, isso não é ’NSync. Quando você fala sobre a Inc., você está falando sobre muitos niggas que vieram para casa da prisão, que cumpriram 10, 15 anos que honrariam a Murder Inc. Isso não é ’NSync, mano. Quando digo isso — e é uma coisa muito séria —, não quero nenhum problema.

JA RULE

As pessoas do 106 & Park estavam odiando seu novo vídeo. Isso te surpreendeu?

Essas pessoas são ingênuas. Eles realmente não entendem. Eles são apanhados em toda a treta. E é meio triste que as pessoas não deem ao artista a chance de elevar. Assim que Jay-Z chegou a certo ponto, eles começaram a falar tipo, “Ele não é como Reasonable Doubt mais.” Quando eu dropei o meu álbum, o de DMX também tinha acabado de sair, então eu comecei a ouvir, “Ele está tentando ser como X”. Olhei para o que mais estava acontecendo na indústria. Jay — ele está fazendo uma parada elegante. Não posso sair e ser o Sr. Elegante. Eles vão dizer: “Oh, ele está tentando ser Jay.” Então eu estiquei minha própria faixa. Eu fui e fiz discos que eu acho que eram muito necessários na indústria na época. Coisas que ninguém deu a cara a tapa para fazer. Realisticamente. Ninguém queria intensificar e falar sobre um relacionamento, ou o quanto eles podiam cuidar de sua mulher ou o que quer que fosse. Ninguém queria falar sobre isso, porque você não seria um “jogador” então. Logo, enquanto todos estão fazendo uma coisa elegantemente de cafetão, e todo mundo está sendo muito gangster para amar a mulher, fui lá e decidi realizar uma jogada ousada e arriscada, daí surgiu “Put It On Me”. E funcionou. As mulheres abraçaram e os niggas não conseguiram aceitar isso.

IRV GOTTI

Além de 50 Cent, a outra grande rixa da Murder Inc. é com DMX. Qual é o status disso?

Eu li essa entrevista que ele fez, e eu odeio tretar com X. Eu odeio essa merda, porque sempre que eu vejo X, eu me vejo. Sou parte de X e X é parte de mim. Não quero tretar com meu irmão. Eu acho que ele está errado. E isso é Gotti falando: “Você está errado.” Este não é nenhum jornalista. Este não é alguém que não conhece você. Conheço o mano e ele está errado. DMX faria “Put It On Me”? DMX faria “I’m Real”? DMX faria “Always On Time”? Ja criou o seu próprio objetivo. X, do que você está falando? Porque a voz do nigga é profunda? Deus deu isso a ele. Eu odeio tretar com X. Eu odeio meu maldito estômago. Como, eu conheço seu filho. Conheço a esposa dele. Sua esposa é muito boa amiga com minha esposa e tudo mais. Seus filhos e minhas crianças brincam, e seus pais estão se desafiando? Isso é estúpido. Porque você acha que Ja soa como você? Não, ele não soa.O que aconteceu com Nas?

Eu não quero que isso apareça como qualquer ódio a Nas. Esse é meu irmão, eu tenho amor por ele. Mas eu digo isso: ele vacilou quando ele fez aquela coisa na Hot 97. Ele gritou por ajuda e para que as pessoas o apoiassem. Ele gritou por ser parte de uma família. Ele gritou abertamente, tipo, “Yeah, Yo — Murder Inc. Isso é tão grande como 2Pac na Death Row!” Todas as conversas que tínhamos. E então ele só… eu não sei. Não sei o que aconteceu. Eu não sei. Ele simplesmente desapareceu. Nós fizemos uma colaboração em “The Pledge”, e foi isso. Ele simplesmente desapareceu. Era quase como se ele tivesse conseguido o que queria e depois desaparecesse. Ele é um cara estranho, mas acho que ele está feliz com quem ele é.Você tinha alguma idéia de que o FBI estava para invadir seus escritórios?

Me surpreendeu. Eles vieram na minha casa. Eles vieram na casa do meu irmão, a casa do meu contador, o escritório. Eles voltaram e invadiram meu escritório outra vez ou duas, não foi relatado. Eles mantiveram isso no mínimo. Não há nada aqui. Então eu sempre digo a todos, não estou fazendo nada de errado, e se eu estivesse preso agora. Mas eu sinto que eles vão me colocar na prisão. Eu só os vejo arrumando problemas para mim, porque não vou denunciar meus niggas.Suge voltou para a prisão por causa de suas associações com os caras da rua. Você está dizendo que esta é uma situação semelhante?

Isso é o que eu sinto parcialmente. Eles provavelmente me vêem como um homem legítimo, e eles não me querem perto do que eles consideram como os chamados “rapazes criminosos”. Mas esses caras são meus irmãos, e eu nunca vou caguetá-los, nunca. Eu estou com eles até o final. O tipo de nigga que sou, se eu virar as costas para os meus niggas, vou me afastar.

Você sente que obteve tudo do seu peito?

Você sabe, um pouco disso. Talvez eu seja ignorante, mas eu sinto que as pessoas realmente não se importam. Eles realmente querem que se foda. Eles realmente não se importam com qualquer coisa, exceto quem está fazendo boa música. Aquele e qual história é a história quente da época. No entanto, não importa. Ninguém se importa. Em mais 40 anos, estarei sentado em cerca de cem milhões. Uma vez que obtenho aqueles cem milhões, os niggas podem nunca mais me ver. Eu possuindo 50% em uma compra, é uma coisa realista. Em mais quatro anos, posso obter um cheque por cem milhões de dólares. Conversa real, é só nisso que estou concentrado.

Manancial: XXL Magazine

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações