Home Rap Nacional SSGANG e PROSEVEN lançam “SS7 II”, com os rappers Jovem Obama, Kabatistta, MCrazy i15 e Miggaz FS
SSGANG e PROSEVEN - SS7 II ft. Jovem Obama, Kabatistta, MCrazy i15 e Miggaz FS

SSGANG e PROSEVEN lançam “SS7 II”, com os rappers Jovem Obama, Kabatistta, MCrazy i15 e Miggaz FS

por ZonaSuburbana

Unidos pela missão de criar ambientes de transformação, libertação artística e cultural para os jovens das periferias da Zona Sul de São Paulo, as mobs SSGANG e PROSEVEN lançaram a música “SS7 II”, com os rappers Jovem Obama, KabatisttaMCrazy i15 e Miggaz FS.

Abordando temas já conhecidos pelas pessoas que moram nas quebradas paulistas, em um beat de trap Zona Laus, estilo originário dos artistas da Zona Sul de São Paulo, tocado eletronicamente por Jovem Obama, os rappers trazem rimas ácidas e críticas contundentes a violência policial e falta de condições mínimas de vida, que causam a crescente proliferação do Covid-19, aumento do desemprego e genocídio do povo negro nas periferias.

Exaltando a importância do movimento SS7 para a comunidade, em seu verso Jovem Obama faz referência a uma das músicas mais famosas dos Racionais MC’s, Nego Drama, promovendo uma reflexão sobre os sonhos dos jovens da periferia. “Na quebrada os moleques cresceram sonhando em ser jogador de futebol ou ser artistas. Com essa visão, minha intenção é fazer com que eles vejam sua vitória em todas as vitórias pretas e usem isso pra aumentar a sua autoestima e criar forças pra continuar lutando por seus sonhos”, comenta Jovem Obama.

Em seu verso Kabatistta fala sobre a sobrevivência no meio da quebrada Jardim Fátima, em meio a uma guerra civil que ocorre nas periferias e não é exposta pelos grandes veículos de mídia. “Quis passar uma ideia que, mano, acontece com todo o favelado. Quem nunca chegou em dezembro, perto de virar o ano e se viu numa situação financeira não muito legal, sabe. Nessa mesma época do ano, quantas tias Marias não choraram, porque seu filho foi forjado, ou foi morto, ou sumiu, ou se perdeu na loucura. Eu quis retratar um pouco dessa situação, corriqueira e o abuso de poder. Mesmo com todas essas situações, a gente ainda insiste em dar poder pra quem vai fazer mal pra nós”, completa Kabatistta.

O rapper MCrazy traz em suas linhas o Baile Trap e Traphouse Invest, que assim como outros projetos socioculturais da Zona Laus, salvam vidas e tiram os vulneráveis das ruas. “Minha participação nessa música foi uma forma de dizer o quão forte e talentosa é a Zona Sul, mais em específico as quebradas da ZS. Quero mostrar como fazemos tudo sem quase nada e ainda somos referência na música, na moda, no empreendedorismo, enfim… a gente faz e os “boys” copiam e lucram. Isso é assim desde o início dos tempos, mas viemos pra mudar esse cenário. A união desses dois coletivos veio pra reforçar essa ideia e estamos só no começo de uma grande história a ser escrita, hora de fazer acontecer”, reforçou MCrazy.

A SSGANG nasceu em 2014, com o intuito de lançar e produzir Mc’s periféricos, numa época em que a Zona Sul estava carente de eventos e ações culturais. Formada por artistas independentes, a SSGANG estreou nos palcos em janeiro de 2015, quando abriu o show do rapper Projota. Com o Estúdio SSG Records, fundado em novembro de 2016, a SSGANG já produziu mais de 30 artistas periféricos, e continua a produzir novos conteúdos de cantores e MC’s até hoje. Buscando sempre mostrar os talentos que estão, muitas vezes escondidos, nas periferias.  

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações