spot_img
quinta-feira, fevereiro 22, 2024

Últimos Posts

“Queimando Tudo”: O sucesso do Planet Hemp que nasceu de uma conversa em um posto de combustível

Era um dia comum e em um posto de gasolina Marcelo D2, da banda Planet Hemp, e Marcelo Yuka, do grupo O Rappa, conversavam. Como aproximava a produção do segundo álbum do Planet, Yuka perguntou: “O primeiro disco de vocês foi sobre maconha. E agora no segundo, o que vai ser?”. E D2 respondeu: “Maconha de novo”. E emendou: “eu continuo queimando tudo até a última ponta”. Assim nasceu a música “Queimando Tudo”, do Planet Hemp, e que o jornalista e pesquisador Fabricio Mazocco conta a história em detalhes no programa Enigmas do Rock, do canal Rock 80 Brasil.

O primeiro disco do Planet Hemp, o “Usuários”, lançado em 1995, foi um grande sucesso e provocou bastante polêmica ao tratar de forma explícita o tema maconha. Para o segundo disco, o grupo já pensava em uma mudança de bases e batidas, passando de uma banda de rock com rap para uma de hip hop com rock.

A linha da guitarra da “Queimando Tudo” foi criada pelo guitarrista Rafael Crespo, e o Black Alien fez o resto da letra, já tendo a frase do posto como refrão. Além da questão da maconha, a letra faz referência também a filmes, como é o caso do “Queimando Tudo”, de 1978, e o “Down Be Law”, de 1986, e que conta a história de personagens que forma presos, mesmo sendo inocentes. “Queimando Tudo”, está no álbum “Os Cães Ladram Mas a Caravana Não Para”, lançado em 1997.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca