Home Zona Funk Pedro Padilha e JS O Mão de Ouro lançam clipe “O Pai Quer Tu” no ritmo bregadeira
Pedro Padilha e JS O Mão de Ouro - O Pai Quer Tu

Pedro Padilha e JS O Mão de Ouro lançam clipe “O Pai Quer Tu” no ritmo bregadeira

por ZonaSuburbana

A música brasileira nunca esteve tão eclética e os novos gêneros musicais que surgiram nos últimos tempos estão aí para comprovar! Os jovens rostos da cena não pensam duas vezes ao modernizar melodias e experimentar boas misturas musicais. A atual revelação do sertanejo pop, Pedro Padilha, se une com um dos principais produtores de brega funk do país, o JS O Mão de Ouro, para o lançamento do novo clipe: “O Pai Quer Tu”.

O refrão catchy que diz “Oh baby, o pai quer tu / Tamo junto de novo nesse love gostoso” conta a história de uma volta após a recaída e traz uma melodia ideal para mexer o corpo. Com clipe produzido pela Los Pantchos e dirigido por Nobru, a canção teve sua letra e melodia compostas por Pedro, beat criado por JS e já está disponível em todas plataformas digitais pela produtora A Chave. O ritmo é a mais pura bregadeira, estilo musical baiano que se assemelha com a swingueira dos paredões.

O mais recente lançamento de Pedro Padilha é “Coração em Stand By”, um pop brega com pitadas de pisadinha que já soma mais de 900k visualizações no YouTube e mais de 800k streams no Spotify. A canção também viralizou no TikTok, somando mais de 20 mil vídeos com a reprodução. Pedro também acumula em sua carreira composições de letras para artistas consagrados, como Bruno & Marrone, Wesley Safadão, Xand Avião e Dilsinho. Atualmente, é agenciado pela Atemporal Records, gravadora paulistana que cuida da carreira de artistas com soluções 360º no mercado musical. Para 2021, o artista planeja lançamentos de conteúdos autorais ao longo do ano.

Já o produtor musical JS O Mão de Ouro foi uma peça fundamental para a popularização do do ritmo brega funk no Brasil. O artista pernambucano é responsável por produzir sucessos como Hit Contagiante, do Felipe Original, “Surtada”, com Dadá Boladão, Tati Zaqui e Oik, e “Tudo Ok”, de Thiaguinho MT e Mila

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações