Home Editorial Paradise Sessions expõe questionamentos do ser racional em novo clipe

Paradise Sessions expõe questionamentos do ser racional em novo clipe

por Dj Abraão

Produzida por Lucas Silveira do Fresno, “Session” foi gravada no Dark Matter Studio, em São Paulo (SP). A canção que conta com mixagem de Pedro Garcia e masterização de João Milliet, faz uma fusão entre o hip hop e o reggae para apresentar uma linha de raciocínio sobre o mundo, sua razão e o sentido das coisas existentes. O intuito é buscar entendimento sobre a influência desses elementos na própria constituição pessoal e suas percepções sobre o entorno.

Essas reflexões são interrompidas pelo início da session que é anunciada pela clareza dos pensamentos e por vibrações positivas e de luz. A session é um ritual, uma oração, uma vibração que renova, alivia as tensões e diverte o espírito”, explicam.

Na estrada desde 2011, a banda é composta por Caio Zanin (baixo/vocais), Fabrício Camozzato (guitarra e vocais), Lucas Gourlart (guitarra e vocais) e Lucas Brunnet (teclado e synths). Os rapazes dividem a produção do clipe com Jorge Volkmer Jr, que conta ainda com direção artística de Claudio Verissimo. Foi no Parque de Dunas de Cidreira, no Litoral Norte do Rio Grande do Sul que o grupo transformou a composição em audiovisual. O clima paradisíaco serviu de cenário para expor questões transcendentais e existencialistas.

O vídeo que inicia com Caio Zanin acordando em uma praia deserta, rodeado de livros e objetos enigmáticos, é repleto de simbologias e apresenta uma situação incompreensível. Ali, fica evidente a confusão da própria racionalidade, seja pelo caminhar à esmo sem sentido geográfico, pelas distorções do espaço-tempo ou pelo ritual do chá oferecido pela personagem vivida por Mariana Catalane. “Retrata um universo de dúvidas a sua forma de ser. Aborda também a busca humana por um significado simbólico para a vida, sobre as experiências do começo e fim”, afirmam.

Há ainda a ambientação utilizando as mesmas cores e formas da identidade visual da banda, fazendo um link entre os dois mundos – o fantasioso e o real. Por fim, o portal, representa a diferença de perspectiva da visão de universo através do exercício da mente, ou melhor, da session.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações