Home Rap Nacional O grito de basta de Yannick Hara em “Pele Falsa”, com participação de Dy Fuchs e Law Tissot
Yannick Hara - Pele Falsa

O grito de basta de Yannick Hara em “Pele Falsa”, com participação de Dy Fuchs e Law Tissot

por Seiji Hara

Pele Falsa” é um termo pejorativo dado pelos humanos ao replicantes nos filmes Blade Runner e Blade Runner 2049. Dentro deste contexto desagradável, depreciativo e insultoso o artista Yannick Hara faz uma analogia entre os termos pejorativos dados as mulheres, indígenas, negros(as) e aos homossexuais. É um grito de basta.

Eu cansei de ser humilhado, eu cansei de ser insultado, eu cansei de ser discriminado por você, eu cansei se prepare pro revide” é um dos trechos dessa canção que conta com a produção da artista e cantora Dy Fuchs, gravado, mixado e masterizado por Blakbone. A capa e o vídeo CARD em HQ foi realizada pelo desenhista Law Tissot.

Este single também é comemorativo de um ano do disco “O Caçador de Androides” que foi lançado dia 19 de novembro de 2019 em todas as plataformas digitais. O disco conta com as participações de Clemente dos Inocentes, Rodrigo Lima do Dead Fish, da cantora Sara Não Tem Nome, de Moah do Lumiére, Rike da banda NDK, Keops e Raony do Medulla, do poeta Rafael Carnevalli e o rapper paraense Cronixta.

A obra é inspirada no livro Androides Sonham Com Ovelhas Elétricas? do escritor Philip K Dick baseado na cultura cyberpunk, a cultura da alta tecnologia e baixa qualidade. O livro originou os filmes Blade Runner e Blade Runner 2049 dos diretores Ridley Scott e Denis Villenueve.

Confira “Pele Falsa”:

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações