Home Entrevistas No canal Papo de Música, Delacruz reflete sobre o que é sucesso e a importância de números altos durante ensaios do projeto Showcase
No canal Papo de Música, Delacruz reflete sobre o que é sucesso e a importância de números altos durante ensaios do projeto Showcase

No canal Papo de Música, Delacruz reflete sobre o que é sucesso e a importância de números altos durante ensaios do projeto Showcase

por ZonaSuburbana

Uma das principais vozes da nova geração de artistas que apostam no rap acústico, Delacruz, entrevistado dessa semana do canal Papo de Música, acumula números expressivos nas redes sociais e plataformas de streaming, passagem pelo Rock in Rio e dois discos no mundo. Em meio à produção da recém-lançada segunda parte do projeto “Showcase” e ensaios para um show no formato drive-in, o cantor dividiu com a apresentadora Fabiane Pereira como a paixão pela música começou com influência do avô, sua visão sobre sucesso e, entre outros tópicos, contou como o estilo musical que divide opiniões entre fãs de rap o catapultou à realização artística e pessoal.

Papo de Música com Delacruz:

Eu trabalhava no shopping, então foi um passo muito importante pra eu largar meu trabalho convencional e dar um start no meu sonho, viver de música”, relembra o cantor sobre o projeto Poesia Acústica, do canal da gravadora independente Pineapple Storm Records – uma das plataformas responsáveis pela popularização do estilo feito com rimas de rap e instrumentos acústicos. Além de ter possibilitado a concretização do sonho da profissionalização, a participação no Poesia Acústica 2, de 2017, rende frutos até hoje. O projeto está prestes a lançar a décima canção e, desta vez, vem com participação de Delacruz, Ludmilla, BK, entre outros nomes.

Mesmo com toda a popularidade atingida, Delacruz garante só querer “ter a consciência de que dei o meu melhor” e não vê o aumento de números em redes sociais e plataformas de streaming como um foco. “Tento me desprender ao máximo, não ficar bitolado e fissurado nisso”, pontua antes de destacar preocupação com a sua saúde mental. “Essa competitividade acaba sendo maléfica pra cabeça: ficar olhando pro lado e vendo que o coleguinha aumentou não sei quantos seguidores, que a música do fulano bateu não sei quantas visualizações em tantos dias”, declara. 

O carioca ainda compartilhou ideias sobre o projeto “Showcase”, iniciativa que já rendeu dez faixas e traz o artista acompanhado de uma banda, formato com o qual ele diz sempre ter sonhado. “A galera que consome meu trabalho fielmente e a galera da música começou a olhar a gente com outros olhos. Deu uma cara mais profissional, com arranjos diferentes”, conclui. Além de detalhes dos bastidores da criação de “Tudo Aconteceu”, parceria com Du Black e DJ Salgueirinho, a entrevista também rendeu uma playlist inspirada na participação do rapper.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações