Home Rap Nacional MOB79 lança clipe de “Sujeira do Bairro”, e conta como vem crescendo na cena

MOB79 lança clipe de “Sujeira do Bairro”, e conta como vem crescendo na cena

por Gustavo Silva

Primeiro começando pelo nome, MOB, que é identificado em diversos grupos de rap, significa exatamente isso, grupo, gangue, conjunto de indivíduos, já o 79 é o número de elétrons e átomos do ouro, e assim representa o valor de cada um para o grupo, indicando que cada integrante tem esse peso para a formação do conjunto.

O grupo formado por Torres, Koning, Dj Marcel, o produtor Renan Catozi, o fotógrafo Rafael Amaro e o empresário/produtor Junior Sousa (Juninho). A maioria do grupo ocupa a Zona Leste de São Paulo, hoje residindo ou na Vila Formosa ou na Vila Industrial, sem contar o Juninho, que ainda vive em Jundiaí.

Em entrevista, o grupo diz que se inspira “nas vivências tida, no dia a dia e acontecimentos” para criar as letras e os beats. Os grandes sucessos até agora foram os singles com clipe, lançados pelo grupo, para matar a ansiedade dos fãs pelo 2079, primeiro álbum do grupo que promete muito. O primeiro clipe lançado pelo MOB79 foi “Atleta do Ano” e esse mês foi lançado o clipe de “Sujeira do Bairro”.

E não é só, além das duas músicas, os artistas afirmam ter planos para clipes de outras músicas, mas ainda não podem divulgar.

Respondendo a entrevista, o grupo declarou quais são suas referências, Torres se inspira no R&B e no Soul, ouvindo Jhene Aiko, Erykah Badu, Michael Jackson e Jon B, já o Koning se inspira em uma mistura mais nacional e internacional, com nomes como os Novos Baianos, Cartola, Wu Tang Clan, Evidence, Black Hippy, Djavan, Kamau e Medulla, misturando não só nacionalidades como tempos.

Quando é a hora de pensar nos sonhos, qual o artista ou banda que eles sonham em dividir o palco, Torres diz que queria fazer um show com o Seu Jorge’ e Koning ‘queria dividir o palco com o Planet Hemp, seria foda.

O começo do grupo se deu graças ao interesse dos dois MC’s em fazer dupla com o Dj Marcel, como o Dj viu que ambos poderiam fazer um trampo foda e tinham um flow parecido, fez o trio, depois foi questão de apresentar um, conhecer outro, e no final o grupo ficou como é hoje. Graças a essa dualidade no palco, o grupo consegue se manter em alto nível em diversos estilos, como em “Doses de Amor” e “Atleta do Ano”, variando muito o estilo, mas mantendo o primor e o grupo afirma que “a idéia é justamente variar entre todos os estilos”, e assim, conseguem não se prender e só evoluir.

Assista o clipe de “Sujeira do Bairro”:

+em www.facebook.com/mob79oficial

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações