Home Noticias Membros do Wu-Tang Clan são acusados de assassinato

Membros do Wu-Tang Clan são acusados de assassinato

por Adriana Moraes

Dois membros do Wu-Tang Clan são investigados por supostamente ordenar o assassinato de dois traficantes de drogas de Nova Iorque em 1999, de acordo com documentos divulgados recentemente pelo FBI.

Os arquivos foram liberados no julgamento de dois chefões do tráfico de Staten Island, em Nova Iorque. Os irmãos Anthony e Harvey Christian, afirmaram que dois integrantes do grupo de rap Wu-Tang Clan, RZA e Raekwon seriam os mandantes do assassinato de Jerome Estella (mais conhecido como Boo Boo), crime no qual os irmãos Christian são acusados.

De acordo com os irmãos, os membros do Wu-Tang Clan teriam coordenado as mortes depois que parentes dos músicos teriam sido roubados pelo traficante.

Com a sentença dos irmão Christian a caminho referente aos assassinatos, o advogado dos barões do tráfico solicitou que todos os arquivos da polícia fossem revistos, onde supostamente o nome dos integrantes do grupo de rap estejam envolvidos com o assassinato que ocorreu em 1999.

Em arquivos separados, o nome de Raekwon também aparece supostamente no caso de Corey Booker (mais conhecido como Shank Bank), morto dias depois de Jerome e que o crime continua sem solução.

Mesmo com todas as acusações, os irmãos Christian continuam na mira da polícia como mandante de ambos os crimes, e seu advogado tenta através dos documentos elaborar uma defesa em prol dos irmãos.

RZA and Raekwon wu-tang-clan

Fonte: Billboard

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações