Home Entrevistas MBora Cast, apresentado por Naiá Camargo, estreia sua primeira temporada
MBora Cast, apresentado por Naiá Camargo, estreia sua primeira temporada 

MBora Cast, apresentado por Naiá Camargo, estreia sua primeira temporada

por ZonaSuburbana

A cantora, atriz e, agora, apresentadora Naiá Camargo conduz o descontraído MBora Cast: programa de conversas e entrevistas que sai em áudio e vídeo. A primeira temporada conta com as participações de Preta Ferreira, Isis Broken, Mateus Alves, Juli Baldi, Zudizilla, Lurdez da Luz, Nego Bala, Xavier, Felipe S, Carola, Alessandra Leão e Mauro Farina. As exibições irão acontecer semanalmente, sempre na quinta-feira, às 20h.

O projeto nasceu irmanado ao MBora Fest (aquele festival de música tropical dançante e brazuca), quando chamaram a atenção de Naiá sobre sua naturalidade e espontaneidade com comunicação durante lives no Instagram. “Eu descobri que é um papel que gosto de fazer: conversar com o outro, descobrir o mundo do outro… Já estava afim de fazer o MBora Fest e por que não fazer um podcast que fosse um outro lado deste projeto?”, comenta.

A ideia é que este seja um programa de entretenimento, com conteúdos relevantes e tratados com a leveza necessária em períodos tão conturbados – tudo isso antenado às principais tendências do mercado de podcast no mundo.

Na estreia do MBora Cast, a cantora e escritora brasileira, Preta Ferreira (autora do livro “Minha Carne – Diário de uma prisão”), falou sobre o debate do racismo e necropolítica presente nas suas canções.

Ao todo, serão 12 episódios que vão ao ar em plataformas como YouTube e Spotify. O lineup foi pensado a partir de pessoas que trabalhassem com cultura em suas diversas frentes: música, comunicação, artes cênicas e visuais, produção, técnica e bem mais. Os bastidores envolvidos? Também estarão ali e,  entre uma ideia e outra, cada convidado trará um pouco de seu processo criativo, as curiosidades, inseguranças e dificuldades sociais vividas por cada um.

A equipe técnica do MBora Cast é majoritariamente feminina, desde a direção geral, roteiro, direção de imagem, edição e equipe de comunicação. “Isso aconteceu muito naturalmente. Neste espaço, levamos a pauta da equidade de gênero super a sério e a gente procura não ficar apenas no debate, mas também ampliar para a prática”. 

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações