spot_img
quinta-feira, fevereiro 22, 2024

Últimos Posts

Lil Tay não morreu! E está de volta aos holofotes

Era 9 de agosto de 2023, quando um post apareceu na conta do Instagram da ex-influenciadora infantil, informando a seus mais de 5 milhões de seguidores sobre as “notícia devastadora” dela e de seu irmão Jasonmorte repentina e trágica”. “Pedimos gentilmente privacidade enquanto lamentamos esta perda esmagadora”, dizia o post. 

As pessoas ficaram chocadas e por boas razões. Em 2018, Lil Tay, uma pré-adolescente, tornou-se massivamente viral com seus vídeos exibindo relógios de grife, reclamando sobre “vadias falidas” e fazendo afirmações escandalosas sobre ser uma estudante que abandonou Harvard e ficou rica em Atlanta. Mas tão rapidamente quanto Lil Tay se tornou viral, ela desapareceu, essencialmente desaparecendo das redes sociais nos meados de 2018 devido a uma dura batalha judicial entre seus pais, Angela Tian e Christopher Hope. No momento em que a postagem sobre sua morte foi publicada, ela não era ouvida publicamente há anos. 

A postagem gerou um caos desenfreado nas redes sociais por cerca de 24 horas, com veículos escrevendo obituários (aqui no ZS, também) e influenciadores da década de 2010 escrevendo homenagens carregadas de emojis até que Tay emitiu um comunicado ao TMZ declarando que sua conta havia sido hackeada e que ela estava, de fato, bem viva. Isso parece, uma posição um tanto surreal para uma adolescente ser colocada. Mas, ao ouvirmos Lil Tay contar, a farsa mortal foi em grande parte uma inconveniência, pois dissuadiu seus planos de lançar seu single de retorno: um trabalho que lembra o groove Daft Punk chamado “Sucker 4 Green”.

Então, o que se sabe, é que Lil Tay estava planejando voltar aos holofotes, ou tentar voltar do seu jeito. Mas, por causa de brigas judiciais de seus pais… Vamos esclarecer isso da melhor forma:

Sempre houve crianças na indústria do entretenimento que foram colocadas sob os holofotes desde cedo, muitas vezes às custas de seu bem-estar ou saúde mental. Shirley Temple escreveu em sua autobiografia sobre ter três anos de idade enquanto filmava “Baby Burl” O advento da economia influenciadora de crianças, com sua falta de regulamentação e questões éticas espinhosas sobre o consentimento, é particularmente preocupante. 

Mas mesmo no panteão de histórias sobre crianças nas redes sociais, a história de Lil Tay se destaca. Por um lado, embora as suas músicas tenham conquistado milhões de seguidores, também provocaram indignação, com muitos acusando quem estava por trás da sua personalidade nas redes sociais de exploração e apropriação da cultura negra. A trajetória de Tay também foi marcada por graves acusações, incluindo abuso físico e emocional por parte de seu pai, Hope (que ele nega), e manipulação por parte de seu irmão e sua mãe (que eles também negam). 

Mas, de acordo com Tay, o estrelato pop sempre fez parte do plano e é algo que ela manifestou desde muito jovem. Sua mãe, Tian, ​​que imigrou de Xangai para Vancouver depois de se formar em matemática pela Universidade Fudan, nunca pensou em ser artista. Mas Jason, filho de Tian de um relacionamento anterior, tocava piano, o que levou Tay a começar a ter aulas quando ela tinha quatro anos. Aos seis ou sete anos, ela queria se tornar cantora e se mudar para Los Angeles, mudando o fundo do iPad para uma foto de Rodeo Drive. “Sempre tive a visão de me tornar famosa. Era algo que eu queria fazer”, disse ela. “E eu e meu irmão demos o pontapé para transformar isso em realidade.

No início de 2018, Tay explodiu no Instagram, postando fotos e vídeos dela mesma sentada ao volante de um carro caro e folheando pilhas de dinheiro, alegando que ela era uma milionária e que ela “fodeu sua mãe porque ela era uma idiota”. Na época, corretora de imóveis, Tian supostamente usou o carro e as listagens de seu empregador para o conteúdo de Tay, o que a levou a perder o emprego. Tian, ​​no entanto, diz que pediu demissão para ajudar a administrar a carreira da filha: “Eu vi o futuro brilhante que Tay teria e precisava apoiá-la”. 

Quase imediatamente, as pessoas levantaram questões sobre quem estava por trás da personalidade online de Tay. Uma fonte que trabalhou com Tay diz que Tian parecia ser a mentora, “forçando todas essas coisas de uma forma com a qual talvez Tay nem sempre concordasse”. Tian nega: “Todo mundo sabia que ela era multitalentosa”, diz Tian. “[Ela escolheu] o que ela queria.” Tay concorda, dizendo que Tiansabia que tinha uma visão muito grande para mim mesmo. E ela me ajudou, colocando-me em aulas desde muito jovem, porque expressei meu desejo de estar muito envolvido musicalmente.” 

Mas várias outras fontes disseram que o meio-irmão de Tay, Jason, seis anos mais velho que ela, é o engenheiro da imagem de Tay e a força motriz por trás de sua carreira. Como diz Harry Tsang, que afirma ter representado Tay no final de 2018: “Jason era quem mandava”. 

Isso pareceu ser confirmado quando, em 2018, imagens vazadas mostraram Jason aparecendo para treinar sua irmã fora das câmeras. “Volte e diga: ‘Sua vadia falida, você ainda está aqui com sua bunda irrelevante‘”, ele pode ser ouvido dizendo enquanto Tay alterna entre folhear seu telefone e absorver atentamente suas instruções. Ela não parece frustrada ou infeliz; ela parece totalmente focada em acertar. 

Tay e Tian negam veementemente que Tay seja treinada ou explorada por seu irmão, com Tay se referindo ao relacionamento deles como uma “colaboração” em vez de um acordo no estilo Svengali. “Sou eu quem sempre quis ficar famosa. Fui eu quem teve uma visão para mim mesmo como artista e fiz isso acontecer”, diz Tay. “E, claro, ele me ajudou.” Uma fonte que trabalhou com os dois confirmou que Tay desempenhou um papel na elaboração de sua personalidade nas redes sociais: “Parecia que os dois haviam desenvolvido um personagem e trabalharam em equipe para impulsionar esse personagem”, dizem eles.

Sobre o pai, Christopher Hope, em maio de 2018, o mesmo obteve uma ordem judicial exigindo que Tay fosse trazida de Los Angeles para Vancouver quando ela começou a faltar muito à escola. Foi quando Tay essencialmente desapareceu dos olhos do público. 

De acordo com Hope e documentos judiciais, ele buscou a ordem judicial porque a professora de Tay convocou uma reunião com ele expressando preocupações sobre seu conteúdo online. “Ela estava no palco com um monte de adultos em situações adultas aos 11 anos, entrando nessas brigas”, diz ele. “Isso foi completamente o oposto do que eu queria que acontecesse. Eu queria que eles encontrassem algum tipo de empresário que lhe desse conselhos sobre como atuar e cantar.” 

Quando Tay tinha apenas dois anos, Hope recebeu autoridade para tomar decisões finais por ela. Esta decisão, de acordo com documentos judiciais, ocorreu após Tian bombardear Hope e seu empregador com “e-mails, textos e mensagens de voz obscenos” e fazer “falsas acusações” contra ele para restringir seu acesso a Tay. Isso levou o tribunal a estabelecer uma ordem de restrição impedindo Tian de entrar em contato com Hope

Como Hope tinha autoridade final para tomar decisões sobre Tay, alega Tian, ​​ele se recusou a assinar quaisquer contratos relacionados à carreira dela. “Ela recebeu ótimas ofertas, mas não conseguiu mostrar ao mundo porque precisávamos assinar um contrato”, diz Tian. “Eu não lhe fiz perder oportunidades valiosas, e sim tentei impedi-la de arruinar sua vida”, diz ele. Tian também diz que houve uma ordem para impedir que Tay postasse nas redes sociais, embora não há registros que confirmassem isso.

Foi também nessa época que postagens perturbadoras do Instagram começaram a aparecer na conta de Tay. Em julho de 2018, uma mensagem de duas palavras “me ajude” foi postada em sua storie no Instagram. Em setembro daquele ano, sua conta foi aparentemente hackeada, inundada com imagens racistas e horríveis, como uma foto gráfica de um homem negro morto. Embora as postagens tenham sido excluídas rapidamente, no mês seguinte houve mais uma vez atividades bizarras na conta de Tay, desta vez com um autor não identificado detalhando alegações de que Hope e sua esposa trancaram Tay em um armário e fizeram sexo perto dela. Uma petição GoFundMe de 2021 ecoando essas alegações incluía imagens de Tay, de aparência muito mais jovem, com marcas vermelhas no rosto e nos braços. 

Hope nega veementemente que ele tenha abusado física ou emocionalmente de Tay ou Tian, ​​ou que tenha feito sexo perto dela, chamando as alegações de “total e obviamente extremamente falsas”. “Eu nunca, nunca, nunca bateria em [Tay, ou] faria qualquer coisa que lhe causasse algum dano”, diz ele, acrescentando que as alegações são “completamente inventadas”.

De acordo com Tay e Tian, ​​​​Tay passou os últimos cinco anos estudando em casa em Vancouver; Tay diz que ela era famosa demais para ir à escola. A mesma confirma estar “muito desmotivada e deprimida” devido ao controle do pai sobre sua carreira.

Em 2020, um juiz aprovou o pedido de relocação e apoio de Tian para que Tay pudesse se mudar com sua mãe para Los Angeles. Apenas uma semana depois que a postagem no Instagram anunciando a morte de Tay foi publicada no início deste ano, a conta de Tay no Instagram publicou uma postagem da MacLean Law, a empresa que representa Tian, afirmando que Tian recebeu autoridade total para tomar decisões sobre Tay e que Hope foi condenado a pagar aproximadamente US$ 275.000 em pensão alimentícia retroativa. (Hope diz que paga pensão alimentícia continuamente desde 2010. “Paguei toda a pensão alimentícia retroativa que o tribunal disse que eu deveria e continuo pagando todos os meses conforme o tribunal disse”, ele me diz.) Cerca de um mês depois, o vídeo para a nova música de Tay, “Sucker 4 Green”, foi lançada. 

O momento disso é mais do que um pouco suspeito. Mas, como acontece com a maioria dos detalhes da vida de Tay, existem várias versões conflitantes desta parte da história. 

TAY diz que seu retorno aos olhos do público havia sido planejado meses antes: “Eu tinha algumas músicas que queria lançar depois de conquistar minha liberdade. E, felizmente, eu fiz. Então, eu estava procurando voltar aos trilhos o mais rápido possível. E então acontece a coisa da morte. Nunca foi marketing”.

Ela atribui o boato mortal a Hope, que ela afirma ter orquestrado o crime “como último recurso para me sabotar”. Ela e a mãe também apontam para Harry Tsang, o influenciador que tem sido citado na mídia como ex-empresário de TayHope diz que não teve nada a ver com isso: “Alguém tem uma estratégia de conseguir publicidade é fazer acusações contra mim. Eles são todos falsos.

Agora sobre o single “SUCKER 4 GREEN” que estreou no final de setembro, foi a primeira vez que o público viu Lil Tay em cinco anos. O single, uma cantiga pop animada em que Tay canta sobre seu amor por “bolsas Birkin e grandes diamantes” e “dinheiro, dinheiro, dinheiro”, tem 7 milhões de visualizações no YouTube. “Gosto do meu dinheiro. Eu danço com cadelas o tempo todo. Então a música é sobre dinheiro, mas se você ouvir, também é essencialmente uma canção de amor”, diz ela. 

O videoclipe, no qual Tay dança em torno de uma mansão em Malibu em um biquíni pastel, foi mais polêmico. Muitos fãs comentaram sobre o que consideraram as danças e roupas provocantes de Tay no vídeo, o que a levou há muitos comentários “pedófilos”. “Sempre haverá esquisitos na internet”, ela diz. “Mas a extensão disso foi tão chocante.” Tian rejeita as críticas de que Tay é excessivamente sexualizada no vídeo: “Ela só quer se expressar. E também adora mostrar sua beleza”, diz ela. 

Agora, Tay e sua equipe estão fazendo campanha para recuperar o tempo perdido e provar ao mundo que ela não é só mais uma. Em outubro, ela se tornou brevemente um tópico de apreciação de Lana Del Rey depois de tocar a introdução de “Florida Kilos” no Instagram Live; em outra Live, ela tocou ao piano uma versão impecável de “Fantaisie-Impromptu” de Chopin.

Por sua vez, Hope, que viu o vídeo de “Sucker 4 Green” e clipes da apresentação de Tay, diz sobre sua recente reformulação da marca: “Se esse fosse o tipo de coisa que ela estava fazendo no início de 2018, eu teria apoiado isso, desde que sua educação fosse cuidada. Mas não era isso que estava acontecendo naquela época.” Ele chama de “uma pena” que tenha demorado tanto para o mundo ver os talentos de Tay, e esta pode ser a única coisa em que ele e Tay concordam. 

Fonte: RollingStones/TMZ

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca