Home Editorial IZA lança “Sem Filtro”, com um clipe sombrio, misterioso e fatal
IZA - Sem Filtro

IZA lança “Sem Filtro”, com um clipe sombrio, misterioso e fatal

por @felizrappy

Existem pessoas que traduzem o zeitgeist (espírito do tempo) de uma época. Essas pessoas se eternizam na história. Quando isso acontece com um artista, temos exemplos práticos de talentos que juntam R&B com pagode baiano, trap, dancehall, narrativa futurista e sensual, em texto calejado por finais de relacionamentos duros e que celebram superação e vitória. Pois tudo isso acontece no single novo de Iza, “Sem Filtro”, lançado agora em música e vídeo.

Roteirizado pela própria e dirigido por Felipe Sassi, o clipe de “Sem Filtro” dá uma guinada radical sobre o clima solar do single anterior, “Gueto”, quando Iza celebrava a vida suburbana e feliz de carioca da gema.

O vídeo novo vem mais sombrio, misterioso e fatal (mais uma vez, símbolo do tempo que vivemos). A canção é mais sincopada no R&B, que é um dos gêneros favoritos da cantora, o que favorece cenários mais futuristas e momentos épicos de relacionamento, como interpretações na cama com coreografias de bailarinas ao redor.

A música é, igualmente, reveladora do momento, construída sobre imagens de narração de relacionamentos fugazes e passageiros. “A gente junto é mó parada/ A gente não presta/ Zero compromisso/ Se for sempre assim nós fecha/ Entra nesse quarto/ Sem a intenção de ficar/ Não vejo problema/ Em não querer se apaixonar/ É que hoje eu tô sem filtro/ Celular, sem hora pro amor”, canta.

Os efeitos sintetizados são conduzidos por Sérgio Santos, que gravou, mixou e masterizou a música. Já a canção é de autoria de Luccas Carlos (em parceria com Rafinha RSQ e Carolzinha), referência em R&B e rap no país e teve produção de Rafinha RSQ.

A coesão global vem com coreografia da francesa Laure Courtellemont, a presença de balé composto por algumas das melhores bailarinas do mundo, produção bollywoodiana e até inserção do risco explícito de globo da morte nessa roleta-russa que se tornaram as apostas em relacionamentos sem compromisso.

Quem conhece meu primeiro álbum sabe o quanto gosto de R&B e vai absorver naturalmente a musicalidade. Assim como a visão atual de como as coisas são passageiras ao mesmo tempo em que a perspectiva de que se machucar muito em um relacionamento nos prepara para o próximo”, diz Iza.

Do alto de quase dois bilhões de streamings nas plataformas, da indicação a Grammy e da condição de Mulher do Ano, pela revista GQ e uma das líderes da próxima geração pela revista Time americana, Iza sabe do que fala. Sabe sobre o que canta. Sabe o que representa em vídeo. É a tal compreensão do espírito do tempo.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações