Home Rap Internacional Improvável parceria: Common, Gucci Mane, Pusha T e BJ The Chicago Kid citam racismo em “Black America Again”

Improvável parceria: Common, Gucci Mane, Pusha T e BJ The Chicago Kid citam racismo em “Black America Again”

por Arthur Venturi Vasen

Mesmo assumindo um teor mais crítico e político desde que saiu da prisão, Gucci Mane não costuma ser associado ao tipo de rap mais consciente de Common. Nem Pusha T. Ainda assim, Common chamou ambos para o remix de seu single “Black America Again”.

Nos novos versos da música, Gucci fala sobre as dificuldades de ter sido preso e sobre ser negro em um país predominantemente branco, mas com boas expectativas para o futuro: “O governo, a Igreja e o mundão estão muito poluídos/ Eles me chamam de criminoso e eu sou um revolucionário/ Acordei em uma prisão e tive uma revelação/ Que a minha vida é um testemunho e que eu posso ser uma inspiração”.

Pusha T também abre o coração e tenta se desculpar pelo passado mas afirmando que tem valor sim enquanto homem negro: “Eu confesso: já fui parte do problema/ Como de costume, estou tentando resolvê-lo/ Eu vendia drogas e eu ainda falo o jargão/ Assim como o Malcom antes do X estar com ele”.

Em um clima de tensão política, uma união entre diferentes vertentes é sempre algo inspirador.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações