Home Editorial Filme “Favela É Moda” acompanha modelos das periferias do Rio de Janeiro
Filme “Favela É Moda” acompanha modelos das periferias do Rio de Janeiro

Filme “Favela É Moda” acompanha modelos das periferias do Rio de Janeiro

por ZonaSuburbana

Terceiro filme da “trilogia do corpo”, do documentarista carioca Emilio Domingos, Favela É Moda, estreia no canal Curta! após ter se sagrado vencedor do Prêmio de Melhor Documentário pelo voto popular no Festival do Rio 2019 e de Melhor Longa Metragem do XIII Prêmio Pierre Verger. Assim como nas produções anteriores da trilogia, também exibidas no canal — “A Batalha do Passinho” e “Deixa na Régua” —, o diretor lança um olhar sobre as manifestações culturais e tendências comportamentais dos jovens das favelas cariocas, partindo de suas práticas corporais. 

A narrativa de “Favela É Moda” segue o dia a dia de jovens modelos, em especial de Camila Reis e Caio Guimarães, em sua árdua batalha na luta contra preconceitos e dificuldades de ordem financeira, social, familiar, afetiva e psicológica. E mostra que, apesar da dura realidade em que vivem, eles ainda sonham com as passarelas internacionais. O filme acompanha também o surgimento de agências de modelos nas comunidades, empresas que pensam a cultura da juventude como um negócio que obtenha retorno financeiro, além de visibilidade e reconhecimento a seus locais de origem.

Favela É Moda” é uma produção da Espiral e da Osmose Filmes, viabilizada pelo Curta! através do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Após estrear no canal, o longa-metragem ficará disponível na plataforma Curta!On, o novo clube de documentários do NOW, da Claro NET, onde se juntará às outras duas produções da trilogia. A estreia é na Sexta da Sociedade, 22 de janeiro, às 22h30.

Sexta da Sociedade – 22/01

22h30 – “Favela é Moda” (Documentário)
“Favela É Moda” revela a força estética e política de jovens negros das periferias do Rio de Janeiro em busca de realização pessoal no mundo da moda. O documentário aborda a recente tendência do surgimento de agências de modelos nestas periferias e revela os dilemas, sonhos e desafios dos jovens em busca de visibilidade, distinção e ascensão social. Apresenta, ainda, uma geração que acredita na afirmação de identidades e sexualidades. O filme acompanha o desenvolvimento de modelos de uma agência que tenta reverter o cenário de sub-representação dos corpos negros e fora do padrão estabelecidos na moda.

Diretor: Emilio Domingos. Duração: 75 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 23 de janeiro, sábado, às 02h30 e às 14h20; 24 de janeiro, domingo, às 21h20; 25 de janeiro, segunda-feira, às 16h30; 26 de janeiro, terça-feira, às 10h30.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações