spot_img
segunda-feira, julho 22, 2024

Últimos Posts

EP “#estudeofunk convida Shevchenko” chega às plataformas

O #estudeofunk lança no dia 5 de julho, pelo selo FundiSom, o EP “#estudeofunk convida Shevchenko”. Resultado do song camp que reuniu artistas do programa ao precursor do brega funk, o trabalho terá três faixas e faz parte dos lançamentos da temporada “Mete Marcha” e da parceria do selo com a distribuidora Altafonte

Um dos criadores do brega funk pernambucano junto com seu parceiro Elloco, que faleceu em março deste ano, Shevchenko passou dois dias no hub do projeto #estudeofunk, na Fundição Progresso, depois de participar do primeiro baile do EOF. Ele realizou com os artistas um mergulho no ritmo que mistura o brega, o arrocha e o funk carioca, criando letras ousadas e beat dançante. O song camp teve a participação de Seduty, Farrá, Moz e MC Gut e P0CKET na faixa “Vai Bandida”, Euller, Letinzz e Leandrynho em “A Cara do Golpe” e Lastra, P0CKET, Sabrina Azevedo, Euller e MC Babalu em “Soca Tudo”. Ouça nas plataformas digitais.

Faixa faz referência aos bailes do Santo Amaro o Recife e no Rio

A faixa foco do EP, “Vai Bandida”, celebra a conexão entre os bailes do Santo Amaro, no Rio e no Recife, bailes de mesmo nome e muito frequentado pela população jovem nas duas capitais, trazendo frases no melhor estilo explícito e o característico beat envolvente do brega funk. “Estou me sentindo agradecido pela oportunidade de trazer o brega funk para os estúdios desse programa, no Rio de Janeiro, assim como viver essa experiência única com uma galera tão esforçada, que está correndo atrás do seu sonho. Eu também tive muitas pessoas me ajudando quando comecei e hoje tenho prazer em retribuir e ensinar minha experiência com o movimento que criamos do brega funk”, diz o artista, que ainda prometeu voltar com toda a Tropa, projeto que desenvolve no Recife, além de levar para lá alguns aprendizados que teve com o #Estudeofunk

Diretora Musical celebra reunião de estilos 

O EP traz três músicas que misturam o flow, o BPM e o grave batendo forte com as referências do funk carioca e do brega-funk. A dança é um fenômeno nas duas culturas e conseguimos criar três músicas que vão agradar na pista, nas batalhas e nos paredões! Na curadoria, selecionamos artistas do #Estudeofunk que variam entre a rima, a pegada mais melódica e diferentes timbres femininos e masculinos para ter uma mistura bem legal com o Shevchenko, e o resultado ficou incrível. É um grande desafio criar músicas do zero em apenas dois dias, mas todo mundo estava focado e o clima no estúdio foi bem divertido”, conta Ju Dorotea, Diretora Musical do programa.

O projeto tem o patrocínio da BEATS, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, e Programa Olhos D’água – Rede Nacional das Escolas Livres de Formação em Arte e Cultura, do Governo Federal e do Ministério da Cultura através da Lei nº 12.343 de 02/12/2010. Os Camps contam com a parceria da Aliança Francesa Brasil, da Embaixada da França no Brasil, e do projeto A Tropa do Recife. A idealização e realização é da Fundição Progresso e Viva Brasil.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca