Home Noticias Emicida e Fióti estreiam a LAB Fantasma TV em busca de fazer a TV dos sonhos deles

Emicida e Fióti estreiam a LAB Fantasma TV em busca de fazer a TV dos sonhos deles

por ZonaSuburbana

Quando a Laboratório Fantasma surgiu, o modelo de negócio proposto por Emicida e Fióti era impensável e o rap era amaldiçoado pelo mercado. Se antes “impossível” era o termo que os irmãos mais ouviam como resposta, hoje a palavra ganhou outro significado. Afinal, é impossível falar sobre êxito e novas formas de gerenciar a arte sem falar da Laboratório Fantasma.

Ao longo dos seus 11 anos de existência, a empresa se posicionou como uma verdadeira plataforma de conteúdo. Foram discos, shows, desfiles de moda, podcasts, entre tantos outros lançamentos que têm um ponto em comum: “a certeza de que a música é capaz de transformar os lugares por onde ela passa”. Com o avanço da pandemia do novo coronavírus e a crise que se estabeleceu na indústria musical, sobretudo com cancelamento de shows e eventos, os irmãos foram em busca de novas alternativas dentro do seu meio, mas também para além do segmento em que atuam.

Eles anunciam a estreia da LAB Fantasma TV, canal que estará disponível no Twitch TV (serviço de streaming de vídeos e lives para Mac, PC, Android e iOS), com uma programação especial de lançamento nos dia 30 e 31 de maio. A partir do dia 15 de junho, o canal passará a ter programação diária.

Neste momento, a LAB busca se reinventar e se firma de vez como uma plataforma de entretenimento, abrindo um novo canal voltado para música e cultura negra. A iniciativa pretende ser uma janela de esperança, dando voz, principalmente, aos excluídos. “Entendemos que existem muitas pessoas incríveis no nosso país. Se elas forem esperar a comunicação tradicional do Brasil perceber a existência delas, a gente vai perder muitas pautas importantes e urgentes”, diz Emicida. “A LAB mergulha nesse universo da televisão por meio da possibilidade que o digital gera. Vamos começar a esboçar o que seria a TV dos nossos sonhos”, completa o rapper.

A LAB Fantasma TV chega com uma programação que mescla conteúdos de bem-estar, games, videoclipes, discotecagens, entre outros assuntos que fazem parte do universo da Laboratório Fantasma.

Referência no showbiz, o empresário Fióti vê nesse movimento uma oportunidade de fortalecer a marca e traçar um caminho alternativo para gerar receita – em um curto espaço de tempo – neste momento de adversidade. “A Twitch é uma plataforma muito completa e com um modelo de negócio atrativo para o mercado da música. É bom para quem assina e promissor para quem produz conteúdo”, Fióti analisa. “O mundo dos games é enorme dentro da plataforma e a música tem ali uma ótima possibilidade de se reinventar. É importante aprender com essa geração que fez da Twitch uma comunidade invejável, com números, conteúdo e uma programação rica e diversa. Estamos ansiosos com a possibilidade de ajudar o mercado da música a encontrar novas formas de se manter vivo em um momento tão complexo como o que estamos vivendo”, finaliza.

A programação de estreia do canal, com quase 20 horas de programação neste final de semana, inclui talks e shows com o intuito de discutir os novos rumos da música e também abordar como o movimento Hip Hop tem uma contribuição importante na construção dessa jornada.

Este pontapé inicial servirá como um gostinho do que o público pode esperar da LAB Fantasma TV a partir de 15 de junho, quando o canal entrará no ar pra valer.

Confira a programação dos dias 30 e 31 de maio:

30 de maio, sábado:

15h: DJ Nyack (discotecagem)
16h10: Stefanie (show)
17h20: Talk – “As quatro décadas do Rap” | Mediação: Kamau | Participantes: Sharylaine, Rael e Filipe Ret
18h30: Rashid (show)
19h40: Talk – “LAB 11 anos” | Mediação: Roberta Estrela D’alva | Participantes: Emicida e Fióti
20h50: Rael (show)
22h: Talk – “Qual é o papel do Rap no mundo pós-pandemia?” Mediador: Emicida | Participantes: Souto MC, Rincon e Brisa Flow
23h10: Drik Barbosa (show)

31 de maio, domingo:

15h: DJ Faul (discotecagem)
16h10: Danna Lisboa (show)
17h20: Talk – “Como construir um movimento hip hop mais inclusivo e igualitário?” Mediação: Carol Patrocínio | Participantes: Tchelo (QuebradaQueer), Linn da Quebrada, Oga Mendonça, Danna Lisboa e Drik Barbosa
18h30: Coruja BC1 (show)
19h40: Talk – “Trap! É disso que o povo gosta, também!” Mediação: Ronald Rios | Participantes: Jé Santiago, Coruja BC1, Zudizilla e Karol de Souza
20h30: Jé Santiago (show)
21h20: Talk – A importância dos cinco elementos | Mediador: Oga Mendonça | Participantes: Pelézinho, DJ Nyack, Aline Constantino e Mundano
22h30: Emicida (show)

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações