Home Rap Nacional Emicida dá um zoom na vida do super-herói que pega ônibus no videoclipe de “Pequenas Alegrias da Vida Adulta”

Emicida dá um zoom na vida do super-herói que pega ônibus no videoclipe de “Pequenas Alegrias da Vida Adulta”

por ZonaSuburbana

Voltando alguns anos… Emicida se destacou nas batalhas de MCs, onde o discurso politicamente incorreto reina. Isso porque ali o que sustenta a narrativa são os “punchlines”, ou seja, cada rima tem que soar como um soco no adversário e, convenhamos, o rapper paulista exercesse tal feito com excelência. Em 2019, contudo, Emicida tem como objetivo que a sua pancada chegue em forma de afeto. É o que pode ser notado em seu novo trabalho de estúdio, “AmarElo”, e que fica ainda mais perceptível em “Pequenas Alegrias da Vida Adulta”, faixa que acaba de ganhar um videoclipe.

Dirigido por Fred Ouro Preto e com o ator Ailton Graça como personagem central, o registro audiovisual dá um zoom na vida do super-herói que pega ônibus, evidenciando camadas desse cara. Emicida enxerga o resultado do filme de “Pequenas Alegrias da Vida Adulta” como um contraponto ao vídeo de “Eminência Parda” (assista aqui), música que também integra “AmarElo”. “Em ‘Eminência Parda’, temos um ambiente de hostilidade que estereotipa aquela família preta, enquanto em ‘Pequenas Alegrias…’ temos aquelas pessoas na visão de quem ama e é amado”, diz o rapper.

Pequenas Alegrias da Vida Adulta” dá um cavalo de pau na riquíssima cultura de crônicas do rap brasileiro, que sempre elaborou relatos a respeito da pobreza, da tristeza e dos muitos males. Essa canção surgiu para evidenciar a importância de se ter sensibilidade para perceber as “pequenas” vitórias nos detalhes – seja em “uma boa promoção de fralda nessas drogarias” ou ao “encontrar uma tupperware que a tampa ainda encaixa“. De quebra, a canção traz Marcos Valle ao piano.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações