Home Agenda Duelo de MCs faz 13 anos e reúne artistas em evento online
Duelo de MCs faz 13 anos e reúne artistas em evento online

Duelo de MCs faz 13 anos e reúne artistas em evento online

por ZonaSuburbana

Em 2020, o Duelo de MCs completa 13 anos de encontros, lutas e conquistas no espaço público de BH. Com a impossibilidade de estar na rua por causa da pandemia do novo coronavírus, a Família de Rua decidiu realizar uma edição especial do Duelo na Tela ao Vivo para comemorar. Oito MCs de peso de Minas Gerais foram convidados para participar: Colombiana, Mina Nai, Eli Ribeiro, R Mensageira, Drizzy, Wad, Dias e Novak irão se enfrentar em batalhas de rimas improvisadas. Quem será responsável pela trilha sonora dos duelos é o DJ Coyote. A festa ainda terá show de FBC, que recentemente lançaram juntos o álbum Best Duo. Com transmissão ao vivo pelo canal da Família de Rua no Youtube, o evento será realizado no domingo, 23 de agosto, às 18h. 

Além do encontro online, a Família de Rua preparou uma série de conteúdos especiais para compartilhar com o público ao longo do mês de agosto. Tudo se organiza em torno do número 13 para marcar cada ano da trajetória do movimento que transformou as ruas do baixo centro de Belo Horizonte. Serão lives, depoimentos de artistas e do público, playlists, dicas, compilações e conteúdos para o canal de TV. A intenção é resgatar a memória, mostrando as diferentes gerações que fizeram história no palco do viaduto Santa Tereza;  mas também mostrar que a cena segue viva e que o Duelo continua movimentando a cultura Hip Hop, não só em BH, mas em todo o país.

13 anos

A história teve início em Belo Horizonte, numa noite de sexta-feira, em 2007. Um grupo de amigos se reuniu para rimar na antiga calçada do Miguilin Cultural, na Praça da Estação, onde atualmente funciona o Centro de Referência da Juventude (CRJ). Ninguém imaginava a força que ganharia o movimento que começava a ser desenhado ali. Alguns meses depois, por causa da chuva, o grupo se abrigou embaixo do Viaduto Santa Tereza e, desde então, o espaço virou a casa não apenas do Duelo de MCs mas de toda uma geração.

Quando as ações começaram a se expandir, os organizadores do Duelo sentiram a necessidade de se organizar em um coletivo. Assim, surgiu a Família de Rua, que também completa 13 anos em 2020. Além de batalhas, shows e sessões de freestyle, o grupo sempre trabalhou para dar voz à cultura Hip Hop como um todo e agregar todos os quatro elementos. Desta forma, a dança e o graffiti sempre estiveram presentes nos encontros. 

Ao longo destes 13 anos, o Duelo de MCs tem sido exemplo de luta e resistência, demonstrando a importância de se ocupar as ruas da cidade. Por um lado, embates com o poder institucional se repetiram diversas vezes, até mesmo para que o viaduto fosse iluminado à noite. Por outro, há pessoas que aprenderam naquela vivência a potência transformadora da cultura urbana.

Há artistas que se formaram ali, e não apenas no palco: Douglas Din, FBC, Clara Lima e Djonga são alguns exemplos. União, conhecimento e respeito guiam as ações que se potencializam nas trocas com o público. Com a criação do Duelo Nacional, as trocas extrapolaram fronteiras, conectando outras regiões do país com a cidade. Ano após ano, ao levar arte e vida para o baixo centro de BH, o Duelo de MCs segue escrevendo mais um capítulo na história da cultura Hip Hop de Belo Horizonte e do Brasil.⁣ 

Duelo Nacional

Criado pelo coletivo mineiro, o primeiro Duelo de MCs Nacional foi realizado em 2012. A competição é enorme, envolve MCs de todos os estados do país e só é possível graças à cooperação entre a Família de Rua e os diversos produtores, coletivos e organizações presentes em cada canto do Brasil. Com a pandemia, em 2020, foi preciso unir criatividade à disposição de sempre para que o encontro não deixasse de acontecer. 

Com início previsto para agosto, o Duelo Nacional será dividido em três fases: a primeira será aberta para votação do público, que deve escolher seus favoritos entre os 432 MCs, selecionados por curadorias locais. Oito MCs de cada estado serão classificado para as seletivas estaduais, que apresentarão 27 batalhas realizadas em estúdios e transmitidas ao vivo. Nessa fase, além do público, jurados darão peso à votação. A grande final vai reunir 32 MCs e 3 shows em 8 horas de evento, e também será transmitida para todo o Brasil. 

Duelo de MCs online?

O Duelo na Tela nasceu em 2017 como um quadro semanal do canal de vídeos da Família de Rua e, a cada edição, apresentava uma batalha gravada, com MCs convidados, em ambientes sem a presença de público. Em sua versão ao vivo, o projeto chega com o desafio de retomar as atividades do Duelo de MCs, durante o período de isolamento social. A primeira edição foi realizada em junho e reuniu 16 MCs de várias partes do país, além de jurados, comentaristas e convidados. A segunda vai marcar o aniversário de 13 anos do Duelo e da Família de Rua.

Família de Rua

A Família de Rua é uma organização de Belo Horizonte que acredita na essência da cultura e das manifestações artísticas urbanas. Para tanto, trabalha focada na promoção da cultura Hip Hop e do skate em seus moldes originais, preservando a originalidade e a força presentes na arte e no estilo de vida daqueles que respiram a rua cotidianamente. O coletivo é fruto do Duelo de MCs, projeto que ocupa o Viaduto Santa Tereza, no centro de BH, desde 2007.

Serviço:

Duelo Na Tela ao Vivo – 13 anos do Duelo de MCs

Programação: Batalhas com Colombiana, Mina Nai, Eli Ribeiro, R Mensageira, Drizzy, Wad, Dias e Novak; DJ Coyote / Show de FBC
Data: 23 de agosto, domingo
Horário: 18h
Local: www.youtube.com/familiaderua

Outras informações:
www.instagram.com/familia_de_rua
www.instagram.com/duelona
cional 

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações