Home Discos “Corpo Fechado”: EP sobre afeto e militância urbana é lançado pelo artista Reyynam Poeta
Reyynam Poeta - Corpo Fechado

“Corpo Fechado”: EP sobre afeto e militância urbana é lançado pelo artista Reyynam Poeta

por ZonaSuburbana

A arte de rua representa e movimenta mudanças. Através da poesia dita marginal, as violências vivenciadas ganham voz e projeção. Mas, a poesia que inflama versos de protesto no EP “Corpo Fechado” é a mesma que cuida e transmite afeto.

O lançamento de “Corpo Fechado”, o primeiro EP do artista Reyynam Poeta, nas principais plataformas de música. Neste trabalho, o cantor e compositor baiano trata com a devida urgência temas relacionados aos traumas causados pelo racismo, pobreza, violência e masculinidade tóxica. Mas, versos de esperança, cuidado e amor também ecoam como caminho de cura.

Reyynam acredita que a cordialidade é uma estratégia de sobrevivência diante da hostilidade e violência diária direcionada às pessoas da favela. “Busco despertar reflexões a respeito de questões sociais, culturais, psíquicas e ser autobiográfico. A narrativa transita entre afeto e desafeto em meio ao cotidiano”, afirma o cantor. 

Música e poesia se unem numa mistura de batida eletrônica com ritmos inspirados na black music, rap, ijexá, samba reggae, e letras conectadas com o dia a dia urbano, da quebrada ao centro. A música que leva o mesmo nome do EP, conta com a participação da cantora Lari Lima, já a que abre o projeto, “Máquina de Traumas”, tem o poeta e agitador cultural Nelson Maca e o artista Wall Cardozo.

O EP “Corpo Fechado” foi gravado no estúdio Caverna do Som. A design Maria Pan assina as artes visuais e Levi Mendes as fotografias. O trabalho é realizado com a produção da Cafofo e contemplado pelo Programa Aldir Blanc da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações