spot_img
segunda-feira, março 4, 2024

Últimos Posts

Com participação especial de Djonga, Tiago Santineli lança show “Antipatriota”

Após dar o que falar nas redes sociais com uma paródia do filme “Bastardos inglórios”, na segunda-feira passada (24/7), o humorista Tiago Santineli lançou o especial de comédia no canal do YouTube. Chamado “Antipatriota”, o show reúne o repertório de piadas de stand-up. 

Com 1h48 minutos de duração, Santineli passa por vários assuntos, começando por saúde mental, depressão e remédios controlados, passando por política e terminando com religião e pandemia. O vídeo tem um cenário revirado, em uma referência aos ataques golpistas de 8 de janeiro.

O principal alvo do humorista são os patriotas, como chama os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Ele se refere ao grupo como burros e remonta momentos das manifestações bolsonaristas que viraram meme, como o chamado a ETs, hino nacional para o pneu e o patriota do caminhão.

O ataque às sedes dos Três Poderes também viraram piada no show de Santineli. Além de remontar a momentos, como o de Dona Fátima, que ameaçou pegar Xandão e defecar por todo banheiro do STF, o humorista também questiona como o momento será abordado em sala de aula. “Vai ser ainda mais difícil ser professor de história no futuro”, diz em um momento. 

O comediante ainda critica a própria esquerda, que chama de “gratiluz”. “Vai vir um golpe com o povo todo armado e tu vai falar: ‘calma, eu vou parar esse golpe porque vou ler um poema de Camões aqui”. Também não falta autocrítica: “Eu sei do meu erro”, diz Tiago ao falar sobre humoristas. 

Por fim, ele fala sobre negacionismo e como perdeu um tio para a Covid-19, após o homem negar a existência da doença e não ter se vacinado contra a comorbidade. Até nos créditos, Santineli faz piada: ele agradece a outros criadores de conteúdo com o qual já teve algum conflito, como Vitor Santos, do canal Metaforando, Carlos Pilotto e Criss Paiva, do podcast Vênus.

Se no teaser Tiago e o rapper Djonga matam um sósia de Luciano Hang, empresário, dono da Havan e apoiador de Bolsonaro, na cena pós-crédito o alvo é o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG). Citado na primeira parte do vídeo como Nikole, em referência a quando o parlamentar usou uma peruca loira no Dia da Mulher para fazer um discurso transfóbico na bancada da Câmara dos Deputados, o personagem aparece no mesmo cenário de “Patriotas inglórios”, amarrado em uma cadeira.

Junto com Djonga, Santineli marca o número 22 na testa de Nikole com um ferro quente, em referência ao número de Bolsonaro nas urnas, nas eleições do ano passado. O rapper ainda manda um beijo para a testa do personagem. Já esperando as críticas, Tiago postou em seu perfil: “Que comece a choradeira dos patriotas”. Até o momento, “Antipatriota” tem quase 561 mil visualizações.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca