Home Editorial Com “Maldade”, Phyre e Kel exploram a atmosfera e sensualidade do Reggaeton
Felipe Phyre & Kel - Maldade

Com “Maldade”, Phyre e Kel exploram a atmosfera e sensualidade do Reggaeton

por RAPLongaVida

Em novo ciclo de sua carreira, o produtor musical Felipe Phyre colabora com Kel no lançamento de “Maldade”. Embalados pelo ritmo latino Reggaeton, os artistas candangos apresentam uma composição dançante e sensual, características marcantes do gênero, cada vez mais aclamado mundialmente. A faixa está disponível nas plataformas digitais.

Contendo todo o DNA da música latina, “Maldade” apresenta batida envolvente e dançante, com toda a dinâmica que o Reggaeton permite. A letra, por sua vez, utiliza a sensualidade e a escrevivência como tônica central de mensagem. “Para a produção do som, trocamos algumas referências. Mostrei para o Phyre o ritmo Bachata, que entrei em contato através de meu pai, que morou em comunidades latinas da Espanha”, comenta Kel.

Para construir a atmosfera visual da música, o lançamento é acompanhado por visualizer, formato audiovisual semelhante a um clipe, em loop. Dirigido por Luiz Morais, LP, o visualizer tem como foco a dança, descontração e intimidade de casal. Além de Kel, Layla Paulino, dançarina e coreógrafa, atua na produção.

Após extensa trajetória no Hip-Hip, trabalhando na musicalidade do Boom Bap, R&B e Lo-Fi, Phyre apresenta a sonoridade latinoamericana como novo foco de seu trabalho. “Faz dois anos que venho estudando música latina e tenho focado minhas produções nessa musicalidade. ‘Maldade’ é o primeiro lançamento nesta vertente, onde trazemos o ritmo do Reggaeton”, explica o produtor.

Kel, que após o lançamento de seu primeiro EP “Treeze”, em 2019, focado nas batidas e linhas vocais do R&B, busca se fortalecer e se consolidar como um artista versátil. O cantor e compositor, que também passeou em diversas sonoridades do Hip-Hop, justifica sua posição: “Busco sempre, em meus lançamentos, apresentar algo novo sobre mim”.

Além da escolha artística, os autores admitem a ascensão e importância da música latina para o mercado fonográfico e projetam suas expectativas.”Nossa visão com o lançamento é entrar no radar do cenário latino-urbano, não só no Brasil, como também na América Latina de um modo geral”, revela Phyre.

Kel completa: “A expectativa com o lançamento é atingir novos públicos e apresentar um lado artístico, presente em minha identidade, que nunca demonstrei anteriormente

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações