Home Editorial Coletivo IMuNe lança mais uma, veja o clipe de “Me Deixa Dançar”
IMuNe - Me Deixa Dançar

Coletivo IMuNe lança mais uma, veja o clipe de “Me Deixa Dançar”

por ZonaSuburbana

Me Deixa Dançar”, composição de Maíra Baldaia, é um afro pop mineiro que celebra a força feminina e coloca a mulher como uma divindade preta.

Falo contra todos os tipos de abusos que as mulheres sofrem, contra o machismo e a misoginia, canto sobre mulheres livres e donas de si que sabem a força que carregam e empoderam suas irmãs! Tudo isso metendo dança sem perder a função crítica da letra”, conta Maíra Baldaia, compositora da faixa e integrante do Coletivo IMuNe.

Concebido como um festival itinerante de música negra, o IMuNe é o único no Brasil com essas características. Em 2020 vem em novo formato: um híbrido de virtual e físico. O grande show sem plateia, com Elza Soares e Flávio Renegado, Banda IMuNe, Meninos de Minas, MC Dellacroix e Favelinha Dance, acontecerá em 26 de setembro. Ele será transmitido pelo YouTube do coletivo IMuNe e projetado em duas empenas em Belo Horizonte, de forma que as pessoas poderão assistir ao show de suas janelas.

O festival IMuNe quer ocupar todos os canais online e offline com a música produzida por pessoas negras, assim como fomentar suas respectivas carreiras. Também convida para a reflexão a respeito do racismo, que invisibiliza muitos talentos.

O evento foi selecionado por Natura Musical, por meio da lei estadual de incentivo à cultura de Minas Gerais (LEIC), ao lado de Bemti, Azul Flamingo, Sara não Tem Nome e Malta (Mulheres da América Latina reunidas pelo Tambor), por exemplo. No Estado, a plataforma já ofereceu recursos para 122 projetos de música até 2019, como Fernanda Takai, Lô Borges e Meninos de Araçuaí.

Confira o clipe de “Me Deixa Dançar”.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações