spot_img
sexta-feira, junho 14, 2024

Últimos Posts

Casa de Cultura Palhaço Carequinha abre inscrições para oficina de rima com o rapper Massao

Massao mostrará para uma turma de idade livre como o rap pode ser uma ferramenta de inclusão social, como a qualidade da informação é importante para o rap, abordando temas do cotidiano dos alunos com exercícios que incentivam a criação de uma rima. A ideia é desenvolver senso crítico para questões sociais, familiares e do dia a dia, além de mexer com a autoestima. Uma ótima oportunidade para quem já arrisca algumas linhas e também para quem nunca teve contato com a cultura hip hop.

Dono de uma voz marcante e uma métrica de flow reconhecida pelo público que acompanha o rap nacional Massao é MC a mais de 15 anos. Cresceu no Jardim Iporanga, zona sul de São Paulo onde começou a cantar ainda na época de estudante. É uma das pontas do Pentagono, grupo com quem gravou os discos Microfonicamente Dizendo (2004), Natural (2008) e Manhã (2012), um EP Pentagono (2009), estreou três clipes É o Moio, Multicultural, Na Moral e fez shows por todo o Brasil e na Europa. Atualmente integra o grupo Uterço ao lado de Daniel Yorubá, DG e DJ Dudex. Estão finalizando a mix tape Sem Saída e já preparam o primeiro disco com previsão de lançamento ainda para esse ano. Em apresentações em formato pocket show já adiantam a identidade do grupo com sons como: Vim Cobrar, Será, Os Loko em Ação. Em 2012 lançou o single Lamassao, mostrando todo o peso das ruas rimas. Em 2013 fez uma participação especial no estúdio Trama e apresentou a love song Vem no Meu Balanço com refrão de Bruno Duprê. Fez participações com o grupo Guetto Organizado na música Normal do disco Legado1. Na mix tape Safra 013 da produtora Café Crime desenrolou suas ideias na faixa 15 Fortalece Ae junto com Criolo, Pedro Qualy, Iky Castilho e DJ Nyack. No disco Dádiva e Dívida do Rashid, participa da faixa E Se (Remix) com Phill, Kamau e produção do Laudz.

Palhaço Carequinha aulas de rima 2016Atua também como arte educador ministrando oficinas de ritmo e poesia onde explica para seus alunos que para se expressar em rimas basta caneta, papel e o cérebro. Sua formação ideológica o faz porta voz de uma nação de excluídos presentes em todas as periferias, tem a intenção de libertar a mente de seu povo com reflexões sobre o caos suburbano e o cenário de descaso do poder público, sempre com idéias construtivas e estilo próprio. É um mestre de cerimonia com o dom de passar mensagens de incentivo e luta e acredita que o rap pode mudar muita coisa.

Casa de Cultura Palhaço Carequinha – Oficinas de Rimas com Massao – Segundas de junho das 16 às 17hs – Inscrições gratuitas no local.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca