Home Noticias Biz Markie, conhecido pelo clássico “Just a Friend”, morre
Biz Markie, conhecido pelo clássico “Just a Friend”, morre

Biz Markie, conhecido pelo clássico “Just a Friend”, morre

por RAPLongaVida

Biz Markie, conhecido por sua habilidade no beatbox, domínio do toca-discos e o clássico de 1989 “Just a Friend”, morreu. Ele tinha 57 anos.

A representante de Markie, Jenni Izumi, disse que o rapper-DJ morreu pacificamente na noite de sexta-feira com sua esposa ao seu lado. A causa da morte não foi divulgada.

Somos gratos pelos muitos telefonemas e orações de apoio que recebemos durante este momento difícil”, disse Izumi em um comunicado. “Biz criou um legado de arte que será para sempre celebrado por seus colegas da indústria e seus amados fãs, cujas vidas ele foi capaz de tocar através da música, ao longo de mais de 35 anos. Ele deixa para trás uma esposa, muitos membros da família e amigos próximos que sentirão falta de sua personalidade vibrante, piadas constantes e brincadeiras frequentes”.

Markie, cujo nome de nascimento era Marcel Theo Hall, ficou conhecido no gênero rap como o autoproclamado “Príncipe Palhaço do Hip-Hop” por suas letras alegres e natureza humorística. Ele fez música com os Beastie Boys, abriu para a turnê de comédia de Chris Rock e foi um DJ procurado em incontáveis ​​eventos repletos de estrelas.

A carreira musical do nativo de Nova York começou em 1985 como beat boxer do Juice Crew, um coletivo de rap que ajudou Big Daddy Kane a ingressar. Três anos depois, ele lançou seu álbum de estreia “Goin ‘Off”, que trazia sucessos underground “Vapors” e “Pickin’ Boogers”.

Markie invadiu a música mainstream com sua canção “Just a Friend”, que vendeu platina, o single principal de seu segundo álbum “The Biz Never Sleeps”. O hino “Friendzone‘” quebrou as 100 melhores canções pop da Rolling Stone e entrou na lista do VH1 das 100 melhores canções de hip-hop de todos os tempos.

Depois de dois álbuns de sucesso, Markie foi processado por violação de direitos autorais de uma música de seu terceiro álbum de estúdio “I Need a Haircut” em 1991. Ele e sua gravadora, Warner Bros Records, foram processados ​​pelo cantor irlandês Gilbert O’Sullivan, que alegou que os elementos de seu hit de 1972 “Alone Again (Naturally)” foram ilegalmente amostrados em “Alone Again” de Markie.

O juiz decidiu suspender a distribuição do álbum, que foi relançado sem a faixa ilegal. O julgamento também mudou o panorama da amostragem de música, determinando que fossem pré-aprovadas pelo proprietário original.Apesar do contratempo, Markie lançou seu quarto álbum “All Samples Cleared!” em 1993, essa foi uma aparente referência à batalha judicial. Ele lançou seu último álbum “Weekend Warrior” uma década depois.

Markie manteve seu nome relevante, já que regularmente agendava mais de 175 shows por ano, de acordo com o site do rapper. Markie também ensinou o método de beatboxing em um episódio do programa infantil “Yo Gabba Gabba!”.

Perdemos outra lenda do rap, o Sr. Biz Markie,” twittou o baixista do Parliament-Funkadelic, Bootsy Collins. “Para muitos de nós, ele era mais do que apenas um amigo.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações