Home Rap Nacional “Bicho de Sete Cabeças”, novo clipe de Rei Lacoste, revela cantora Dunna e a união harmônica entre o trap e o R&B
Rei Lacoste - Bicho de Sete Cabeças feat. Dunna

“Bicho de Sete Cabeças”, novo clipe de Rei Lacoste, revela cantora Dunna e a união harmônica entre o trap e o R&B

por ZonaSuburbana

Abrindo os trabalhos deste ano, o rapper baiano Rei Lacoste lança o clipe “Bicho de Sete Cabeças”, nesta quinta-feira (27), às 10h, no Youtube. A produção, que é um feat com a cantora Dunna, marca não só a parceria entre os amigos e uma nova musicalidade, mas também a estreia da artista para o público. 

Apresentada por Rei Lacoste, Dunna chega como uma nova voz para os soteropolitanos em uma obra que fala sobre amizade, amor e parceria. O single, que traz a junção entre o trap e o R&B, apresenta a contradição harmônica entre uma voz doce e arrastada e um flow direto e grave, no qual evidencia também as dualidades presentes na letra da música.

A música fala sobre amor, de uma forma madura, mas com problemáticas do convívio, de dividir uma vida. E o bicho de sete cabeças está aí, na coisa grandiosa e ao mesmo tempo simples do cotidiano, da vida, das pessoas, das relações. Mas, apontando para algo otimista, como no refrão”, explica Rei Lacoste

Sobre a parceria no single, Dunna conta que as ideias surgiram quase como um freestyle, em um momento de experimentação dos amigos. “Fomos criando a letra e a melodia juntos e teve um momento que bateu tudo. Essa música é muito especial pra mim porque marca um momento crucial da minha carreiral”.

No audiovisual, o clima de romance não perde seu foco, mas segundo a roteirista e diretora do clipe, a cineasta e curadora do Panorama, Camila Gregório, a produção conta a história não-narrativa de duas pessoas que se destacam pelo inconforme. 

Em tom mais casual, do encontro inicial, com os passeios por uma Salvador de pontos turísticos, mas que causa estranhamento, Rei Lacoste e Dunna se apresentam com roupas de apicultor para representar um mundo hostil, onde eles se protegem das abelhas que estão presentes em seus cotidianos. “A união entre o cinema e a música proporciona liberdade e possibilidades. Estou muito animada em trabalhar com dois artistas que admiro há anos, pela multiplicidade de competências artísticas”, conta a diretora.

Desde a música ao clipe, a obra é composta por parceiros e amigos como o produtor musical ZePeto (BAGUM), o guitarrista Felipe Vaqueiro (Tangolo Mangos), e o diretor de fotografia Erick Lawrence, que fez a fotografia, montagem e cor do audiovisual. 

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações