Home Noticias B-boy Neguin compete pelo título de melhor do mundo no Japão

B-boy Neguin compete pelo título de melhor do mundo no Japão

por Dj Abraão

No dia 3 de dezembro, dois brasileiros disputarão o título de melhor b-boy do mundo em Nagoya, no Japão. Trata-se da final mundial do Red Bull BC One, a maior competição homem-a-homem de breakdance do mundo, que contará com duas etapas: a primeira, chamada Last Chance Cypher, reunirá todos os vencedores dos 38 países pelo qual o evento passou e selecionará apenas um ganhador para a segunda etapa, batalha que contará com outros 15 competidores – alguns ex-campeões e outros selecionados a dedo por suas habilidades.

b-boy-neguin-compete-pelo-titulo-de-melhor-do-mundo-em-2016

B-boy Neguin (Foto: @glenography)

O Brasil tem dois b-boys na disputa: um em cada fase. Além do vencedor da etapa nacional – o paraense Leony – o b-boy Neguin, do interior do Paraná, é um dos Wild Cards selecionados para disputar apenas a última etapa da competição. Nascido Fabiano Carvalho, Neguin começou a dançar aos seis anos por insistência da irmã, que o matriculou em aulas de capoeira. De lá pra cá, não parou mais.

Com 26, ele já conquistou quatro títulos nacionais no Red Bull BC One, um mundial e um convite para participar do Red Bull BC One All Stars,  um time com os melhores b-boys do mundo todo.

Além de participar das competições de break, Neguin também dança profissionalmente. No ano passado, o paranaense figurou na linha de frente da turnê mundial da cantora Madonna. “Se o público puder sentir minha energia, esta será mais uma troca incrível”, comenta. Se o título tiver que ser meu, que seja no mesmo país onde eu fiz história, há seis anos. Só tenho que me concentrar em entregar 100%, completa o breakdancer, cujo título foi conquistado da última vez em que a competição passou pelo país, na final de 2010, em Tóquio.

Ele e os outros competidores terão que impressionar os jurados Storm (Alemanha), Freeze (Suécia), Wicket (EUA), Mounir (França) e Kousuke, (Japão) para levar o prêmio. Eles serão avaliados por critérios como musicalidade, originalidade, performance e presença de palco.

“O ponto principal para ganhar uma competição de alto nível como o BC One é estar muito bem preparado, fisicamente e emocionalmente. Não tem diferença nenhuma com uma competição de UFC ou de boxe, e ali eu sou o Muhammad Ali. Vou fazer o meu melhor.”, finaliza Neguin.

Sobre o Red Bull BC One:
Desde que foi criado, em 2004, o Red Bull BC One estabeleceu-se como uma das mais relevantes competições da cena b-boying mundial, sendo palco para inúmeros dançarinos, caso dos brasileiros Pelezinho (que já disputou quatro edições do Mundial) e Neguin, único latino americano a conquistar o cinturão de campeão.

O Red Bull BC One é a competição mais importante de b-boys homem-a-homem no mundo. A cada ano, milhares de b-boys competem nas finais nacionais por uma vaga no campeonato mundial.

O Red Bull BC One foi criado em 2004, na Suíça. Desde então, a competição anual viajou da Alemanha para o Brasil, África do Sul, França, EUA, Japão e Rússia.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações