Home Discos Arish lança o EP de estreia, “Lamaré”
Arish - Lamaré

Arish lança o EP de estreia, “Lamaré”

por ZonaSuburbana

Imagina um rap com pegada praiana, papo cabeça e instrumentais psicodélicos? Essa é a mistura que Arish faz em “Lamaré”, o primeiro EP do artista de Fortaleza, lançado na última quinta-feira (9) em todas as plataformas digitais. Fã de ritmos latinos, o rapper gosta e se inspira na sonoridade caribenha, referência presente em suas obras.

Não é de hoje que o artista planeja um trabalho mais consistente. Arish já tinha versos escritos e os juntou até formar todas as canções. Com o tempo, o projeto foi ganhando peso com a produção musical de grandes instrumentistas da capital cearense. Destaque também para os beats de Jonas de Lima, também conhecido como Coro MC, premiado em 2019 pela Genius como terceiro melhor produtor musical do Brasil.

É pela maré que também procuro inspiração pra compor, moro numa cidade do litoral, com uma brisa praiana e uma clima tropical, essa vibe é bem intrínseca na minha trajetória, desde alguns dos primeiros sons que lancei. E “Lamaré”, que é meu EP de estreia, também tem essa pegada, desde o nome, inclusive. Esse trabalho é um passo importante na minha arte, abrindo caminhos pra muitas ideias brotarem e se concretizarem nesse mundão de Deus”, afirma o rapper.

Lamaré” tem mixagem/masterização de Edgar Marques, além dos instrumentais de Ernesto Cartaxo na guitarra, Glauber Alves no baixo, Kadu Lopes na percussão e Fernando Lélis no saxofone. O projeto também conta com a participação de Luiza Nobel na faixa “Balanço da Maré”, que ganhou um belo videoclipe.

Arish nasceu em Brasília, mas ficou poucos dias na cidade. Rapidamente foi para Guaramiranga, conhecida como cidade da arte, no interior do estado do Ceará, onde viveu parte da infância e da juventude. Atualmente, reside em Fortaleza, dividindo a carreira artística com os trabalhos no campo da fotografia e do audiovisual, o que garante um olhar ainda mais meticuloso com os próprios videoclipes. Suas letras apresentam forte ligação com o Ceará e o Nordeste de uma forma geral, além de estimularem a transgressão através da arte, ao mostrar um pouco das influências do artista, como ritmos latinos, capoeira e outras batucadas.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações