spot_img
sábado, julho 20, 2024

Últimos Posts

Aori lança “O Pirata e o Jaganata” seu segundo álbum de estúdio em parceria com Barba Negra

O aclamado rapper carioca, Aori, lançou nesta sexta-feira, (21), o seu segundo álbum de estúdio, em parceria com o produtor Barba Negra, intitulado “O Pirata e o Jaganata”.

Uma obra conceitual, o álbum, composto por dez faixas, desenvolve e apresenta ao público a fascinante saga de Anaga Agbara Umehara Abboubakkar, o Jaganata, um personagem multifacetado, criado por Aori, que é um pirata, um andarilho, rapper e profeta que habita uma Terra paralela onde a música possui propriedades espirituais e mágicas, em busca de bens familiares que ele acredita terem sido sequestrados por Barba Negra, o terrível ladrão de loops, um pirata conhecido por roubar trechos de músicas antigas. 

Jaganata é o alter ego de Aori neste álbum, enquanto o Barba Negra, o terrível ladrão de loops, é um personagem criado pelo MC, DJ e Produtor Musical Ralph. Este vilão já havia sido introduzido ao público no álbum “As Incríveis Histórias de: Underground Superhero vs. O Terrível Ladrão de Loops”, lançado em parceria com Akira Presidente. “Eu e o Ralph nos conhecemos há mais de 20 anos e já temos algumas parcerias em várias instâncias. Agora estamos trabalhando juntos neste projeto. Nós dois somos frutos da geração do Rap Underground, que também gerou talentos como Kamau, Max B.O, Marechal, De Leve, Quinto Andar, Slim Rimografia, Parte Um, entre outros”, conta Aori.

Conhecido por sua trajetória e contribuição no rap nacional, Aori introduziu o movimento das Batalhas de MC no Brasil, fundou a Batalha do Real e a Liga dos MCs, que revelou artistas como Emicida, Rashid, Projota, Maomé, Xamã, Pelé Milflows e muitos outros. Criado na cultura hip hop, há décadas desenvolve uma carreira equilibrada entre a arte e os negócios, com passagens por empresas como Nike e Nubank em momentos cruciais de desenvolvimento dessas marcas e se considera um conector criativo.

Juntos, Aori e Ralph compartilham uma paixão por histórias em quadrinhos e referências da cultura pop no rap. Este álbum, gerado durante a pandemia, incorpora essas influências. A inspiração inicial veio quando Aori descobriu que o personagem Juggernaut, da Marvel, foi chamado de Jaganata no Brasil nos anos 70. Essa descoberta levou a uma pesquisa mais profunda sobre Jaganata, que revelou a existência de uma divindade hindu com o mesmo nome, o que inspirou a criação da música “Jaganata” lançada durante a pandemia do coronavírus. O sucesso dessa música motivou a dupla a expandir a narrativa e explorar um universo que mistura quadrinhos, cultura hindu, pirataria, cultura pop e cinema.

O processo criativo do Ralph para a construção das músicas é semelhante ao meu, misturando diversas influências e referências. Este álbum é um tributo ao nosso amor por contar histórias através da música e explorar novos mundos”, conclui Aori.

Com toda a comunicação visual feita através da Inteligência Artificial pela Gana, agência de publicidade, Aori afirma que “este álbum promete ser uma jornada épica de música, magia e aventura com a materialização dos personagens em action figure, os cenários e tudo o que precisamos para dar vida às letras das músicas”. 

Disponível em todas as plataformas digitais, o álbum é distribuído pela AWAL e conta com merchandising exclusivo da Kilombo 93.

ÚLTIMOS POSTS

Não Perca