Home DiscosAlbum Setembro amarelo inspira disco de estreia de Vidaincerta, “Pessoa Tóxica”

Setembro amarelo inspira disco de estreia de Vidaincerta, “Pessoa Tóxica”

por ZonaSuburbana

O ex-vocalista da banda Analisando Sara, Gilberto Junior, agora mais conhecido como Vidaincerta, acabou de lançar o seu álbum de estreia. Intitulado “Pessoa Tóxica”, o disco aborda a depressão e faz alusão a campanha Setembro Amarelo. Produzido pelo beatmaker Sérgio Kamada (Emmercia), o trabalho foi masterizado por Rafael Ditolvo.

O artista é natural de Santos e o disco é influenciado por gêneros como trap, pop e R&B, vertentes completamente distintas da Analisando Sara – que obteve destaque no cenário independente tocando rock entre 2006 e 2016. Pré-produzido pelo vocalista e guitarrista Yago Jacques (Atlante), o trabalho conta com nove faixas ao todo.

Vidaincerta afirma que a doença afetou a sua relação com amigos e familiares. “As pessoas que conviveram comigo tiveram de lidar com o meu pior lado. A depressão me fazia ter uma toxicidade que fugia do meu controle. Ninguém se sente triste ou retraído porque quer ficar desta forma”.

Segundo o músico, o álbum traz uma mensagem positiva, mesmo falando sobre este tema. Para ele, “ao longo do trabalho, tento dizer o que aprendi entre os erros e acertos que obtive. Hoje tenho consciência do quanto fui tóxico e da forma como perdi o controle da minha vida”, ressaltou.

O disco “Pessoa Tóxica”, já está disponível entre as principais plataformas de streaming.

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações