Home Editorial Rappers mirins se destacam ao rimar sobre escola e racismo

Rappers mirins se destacam ao rimar sobre escola e racismo

por Dj Abraão

Que mané funk! Rappers de 11 anos rimam sobre escola e racismo

MC Cauan, MC Soffia, Damyen MC e MC Tum Tum são a cara da nova geração de crianças que tem encontrado no rap um hobby ou a promessa de um futuro melhor. Em tempos em que funkeiros mirins lotam shows nas periferias – e chamam atenção do Ministério Público pelas letras de forte apelo sexual, esses MC’s se voltam à cultura do hip-hop e falam de questões sociais e raciais com desenvoltura.

Veja a matéria completa em Música UOL

 

Você pode gosta

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações