Home Noticias Rapper GOG, o “poeta do rap nacional”, completa 30 anos de carreira e revela lançamentos

Rapper GOG, o “poeta do rap nacional”, completa 30 anos de carreira e revela lançamentos

por ZonaSuburbana

O rapper GOG, conhecido como “o poeta do rap nacional” e um dos precursores da cultura hip-hop no Brasil, vive um ano especial em 2020.

Em torno das comemorações de seus 30 anos de carreira e do seu aniversário de 55 anos, que ocorre em março, o artista prepara uma série de lançamentos, incluindo o novo EP ‘Talismã’ – que chegará às lojas e às plataformas de streaming em julho -, o videoclipe da faixa ‘Anfitriã’ (no dia 6/3) e uma coleção de clássicos e inéditas da sua carreira, que serão compilados em cinco discos de vinil, com o primeiro deles com lançamento previsto para março. O material fonográfico é fruto de parceria entre a Só Balanço e Beat Records.    

Além disso, entre março e julho GOG participará de uma série de shows em várias capitais do país, com datas e locais que serão anunciados em breve. Entre as apresentações previstas, o rapper prepara um show acústico.

As celebrações também inspiram uma nova coleção de camisetas femininas, que estarão disponíveis para o público a partir de março. Novas linhas de camisetas masculinas e bonés também serão lançadas a partir da segunda quinzena deste mesmo mês.  

Segue, abaixo, texto lúdico sobre os 55 anos do artista a partir de suas próprias palavras, no qual é possível identificar pontos de sua história no registro.

O biênio 2020/21 promete!

“Completar 55 anos de idade no hemisfério localizado

Do lado de baixo do Equador

Num país chamado

Brasil

Exige além de uma grande batalha, atenção reforçada.

Afinal

Sou

NEGRO.

Periferia é periferia em qualquer lugar

Mas

O que definiu a longevidade da minha trajetória

Foi estar sempre atento ao jogo, ao jogo, da vida

Me tornando

Craque na ‘bolinha duzói’.

Aos 55

Trilhando as cenas periféricas desse filme

Do qual sou personagem principal

Percebo o quanto o Hip Hop foi importante.

Á princípio

Não como música, trabalho, repercussão…

O hip hop foi importante

Porque me trouxe possibilidade real de sobrevivência e aprendizado.

Sou da primeira linhagem do Rap Brasileiro

Fator determinante em tudo que colho hoje.

Meio século + 10%!!

11 discos lançados

12º chegando

Mais de 200 músicas gravadas

Dezenas de participações e vídeo clipes.

O livro lançado em 2010, terá ao final do ano

 Dois títulos para fazer-lhe companhia.

Os espetáculos percorrerão o País

E os clássicos serão entoados em alto e bom tom

Por uma multidão que há décadas me acompanha.

Foi ela que me consagrou

“Poeta do Rap Nacional”.

Esse público  será presenteado com uma inédita linha de camisetas

E outras criações

De gente de comunidades dos quatro cantos do Brasil Periférico.

Foto: Rafael Berezinski

You may also like

Leave a Comment

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações