Home Editorial Madlib, um passeio por seus beats e confira também seu último disco “Bad Neighbor Instrumental”

Madlib, um passeio por seus beats e confira também seu último disco “Bad Neighbor Instrumental”

por Thais Ribeiro

Madlib – Bad Neighbor Instrumental

Madlib é um daqueles produtores visionário manja? Dentro do hip hop alternativo, suas batidas seguem uma linha abstrata que pode ser conferida em seu mais recente trabalho o “Bad Neighbor Instrumental”.

O disco lançado este mês (24/03), contém 18 faixas instrumentais, todas produzidas por Madlib, que é a continuação do “Bad Neighbor” de 2015, este último, um álbum colaborativo com os MCs e produtores Blu e M.E.D., no melhor estilo ‘parceiros fazendo uns beats loucos’ com a participação de mais outros parças como: Dam Funk, Oh No, MF Doom, Anderson Paak, Aloe Blacc e Mayer Hawthorne.

Quasimoto (conhecido como Lord Quas) é o alter ego e projeto paralelo do produtor Madlib;

Facilmente dá para identificar Madlib como aquele cara com mil projetos na manga, sempre na busca, produzindo beat em casa. Muito prolífico, seu currículo não deixa mentir. Ele é o cérebro por trás do subversivo e amarelo ser, amigo de todo mundo – menos da polícia – Lord Quas, seu heterônimo no projeto Quasimoto.

Sem falar em parcerias épicas como a que fez com J Dilla no projeto Jaylibs (2003) e também com MF Doom em Madvillain (2004), um projeto de repercussão monstro no cenário hip hop, de especial projeção no underground.

Na mesma época produziu o disco A Lil’ Light (2003) do rapper Dudley Perkins e mais recentemente o elogiado Piñata (2013) do Freddie Gibs, fora várias outras contribuições.

A maioria de seus trabalhos são lançados pela Stone Throw Records, uma gravadora independe de Los Angeles, com um catálogo de discos e artistas cultuados em um alto nível no rap, reverenciado tanto por público quanto por crítica.

Madlib é também um forte expoente se falarmos desses DJs gringos entusiastas de música brasileira. Dois exemplos, é o seu projeto de jazz com Otis Jackson Jr., baterista da banda de jazz-funk brasileira da década de 70, o Azymuth.

E o disco “Flight to Brazil”, que é como um passaporte pra uma viagem musical à várias capitais do país, capitais inclusive que dão nome às faixas. Este disco faz parte de seu projeto Madlib Medicine Show, composto por uma série de 13 álbuns.

É muita música e tudo que Madlib faz com seu rap experimental é inovador. Toda sua trajetória musical criativa é mais que convidativa à uma imersão de cabeça e sem receio em seus sons.

Ouça abaixo o disco Bad Neigbhor Instrumental”:

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações