Home Noticias Flávio Renegado compõe rap para homenagear Hector Babenco, Marília Pêra, Elke Maravilha e outras personalidades do cinema

Flávio Renegado compõe rap para homenagear Hector Babenco, Marília Pêra, Elke Maravilha e outras personalidades do cinema

por Dj Abraão

O rapper mineiro radicado em São Paulo Flávio Renegado, que lançou, há dois meses, o álbum “Outono Selvagem”, está compondo uma música em homenagem a Hector Babenco, Marília Pêra, Luiz Carlos Mielle, Elke Maravilha, Yona Magalhães, Guiherme Karan e outras personalidades do cinema que saíram de cena no último ano. O rap será apresentado, ao vivo, durante o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, dia 4 de outubro, no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. O prêmio tem direção de Rafael Dragaud.

O rap de Flávio Renegado homenageia, ainda, os atores Antonio Pompeu e Umberto Magnan, o documentarista Geneton Moraes Neto, o crítico José Carlos Avelar, a cineasta Monica Schmiedt, o cineasta e crítico Donald Ranvaud e o montador e restaurador Francisco Sérgio Magalhães Moreira. A faixa está sendo produzida por Rafael Mike, do Dream Team do Passinho.

“É hora de estrelar, hoje a estrela sou eu, oh sorte! / Avisa os lock, hoje não morre Pixote.”, diz trecho do rap que cita Hector Babenco. “Ele foi um dos primeiros diretores a retratar a realidade das ruas e do povo brasileiro. Estou muito honrado em poder prestar minhas homenagens a este superdiretor. A arte tem o poder de nos tornar eternos, e Babenco está eternizado nas nossas mentes e corações.”, analisa Renegado.

Mais informações acesse flaviorenegado.com.br

Você pode gosta

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário, você concorda com o armazenamento e manuseio de seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está de acordo com isso, mas você pode optar por sair, se assim desejar. Continuar Mais informações